Alisson fecha o gol, recebe elogios da imprensa europeia e divide méritos com companheiros de clube

Comentários()
Getty Images
Goleiro da Roma e da Seleção Brasileira garante o empate sem gols contra o Atlético de Madrid após grande atuação pela Champions

O duelo entre Roma e Atlético de Madrid nesta terça-feira, na estreia da fase de grupos da Champions League prometia ser um dos mais equilibrados do dia. Após a bola rolar as previsões foram confirmadas e o resultado final foi um empate em 0 a 0 entre as equipes, o único do dia.

No entanto, a rede só não balançou por conta de um brasileiro: o goleiro Alisson. Arqueiro da Seleção Brasileira do técnico Tite, o jogador ex-Internacional literalmente fechou o gol da Roma e evitou a derrota do time italiano em casa.

Em entrevista ao canal Esporte Interativo, Alisson destacou a importância do seu retorno como titular no clube após passar a última temporada na reserva. Além disso, o brasileiro destacou a dificuldade de enfrentar uma equipe como o Atlético de Madrid.

“Importante retornar em uma grande partida. A gente sabia que ia encontrar um grande time que joga competitivo e há muito tempo da mesma maneira. E a gente entrou em campo da mesma maneira, tentando buscar o gol. Foi uma partida dura para quem assistiu. Não foi fácil, é difícil encontrar espaço na equipe deles. Eles marcam muito bem, mas nós fomos efetivos lá atrás e conseguimos segurar pelo menos o empate que é um ponto que conta para a gente”.

Alisson Lazio Roma Coppa ItaliaCrédito: Getty

Após uma excelente atuação, com pelo menos nove defesas ao longo dos 90 minutos, Alisson foi extremamente elogiado por todos os veículos de comunicação da Europa. O jornal catalão Sport, por exemplo, disse que o Atlético de Madri "se chocou com um muro chamado Alisson". Na Itália, tanto a Gazzetta Dello Sport como o Corriere Dello Sport o chamaram de "Super Alisson". "Autor de pelo menos 5 defesas fundamentais". O goleiro, no entanto, minimizou os elogios e destacou a ajuda dos companheiros.

“Fico feliz pelos elogios, mas a gente trabalha para isso. O goleiro está ali.. não fiz mais que a minha obrigação e contei com a ajuda dos meus companheiros. Sempre que o Atlético teve alguma oportunidade, os meus companheiros me ajudaram, não deixando chutar sempre com clareza, com gol aberto. Então isso é importante também, contar com o apoio da equipe defensivamente e a gente vem trabalhando para isso. Não sofrer gols é um objetivo da nossa equipe”.

Por fim, Alisson também comentou a importância desta temporada para a sua continuidade no gol da Seleção Brasileira. Com o Mundial de 2018 em vista, o goleiro falou da importância de atuar em jogos contra clubes difíceis na Champions.

Alisson Brasil 05 10 16Crédito: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

“Importantíssimo para mim, tanto que aqui enfrentamos os melhores jogadores do mundo, grandes times e a gente acabou pegando um grupo muito difícil. O Atlético de Madrid que chegou a duas finais de Champions nos últimos anos, o Chelsea campeão da Premier League e o Qarabag que não é um time tão conhecido, mas também acredito que vai dificultar bastante a nossa campanha. São grandes testes para o Mundial e é muito importante para o crescimento do nosso time para a gente também ter essa confiança porque avançando de fase nesse grupo que a gente acabou encontrando vai ser uma conquista importante”.


VEJA TAMBÉM:


Fechar