Adversário do Fla na estreia vive crise e jogadores 'assumindo' direção

Última atualização
San José

Jogadores do elenco principal do San José, da Bolívia, assumiram a diretoria do clube na tentativa de salvar a instituição esportiva, após a renúncia de Carlos García à presidência depois de quatro dias no comando.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

A situação do San José piorou sem orientação na diretoria. Cientes do momento atual da equipe, sócios e jogadores do San José se uniram e confirmaram que vão trabalhar juntos até o final do ano na parte administrativa do time.

Garcia permaneceu sob o comando do clube por quatro dias e, de acordo com os atletas, não cumpriu a promessa de pagar 212.165 dólares em salários atrasados à equipe com prazo final para a última quarta-feira (20). Ao todo, as dívidas do clube chegam a dois milhões de dólares, de acordo com a ATB Digital.

Em terceiro lugar no Campeonato Boliviano, o San José, adversário do Flamengo na estreia da Libertadores soma chances claras de alcançar vaga a próxima edição da competição. Na busca por uma vaga à Libertadores 2020, o feito renderia futuramente prêmios ao elenco, o que ajudaria a pagar, ao menos, os salários.