Adriano e Vagner Love? Flamengo precisa se desprender do passado e construir um futuro

Comentários()
Vipcomm
Clube Rubro-Negro costuma procurar no pretérito soluções para o presente e isso nem sempre é a melhor opção

O Flamengo tem uma grande dificuldade de se desprender do passado. Quando as coisas não estão bem, a primeira coisa que o time Rubro-Negro faz é buscar no pretérito a solução para os problemas do presente. Muitas vezes, porém, tanto clube como torcida acham que o tempo parou, mas entre o que passou e o que está passando há muitas mudanças. 

Um dos exemplos da paixão do clube pelo passado é que depois dos recentes fracassos, 2018 poderá ter a reedição do "Império do Amor", longe dos seus melhores momentos, é claro. Isso porque o Rubro-Negro deve oferecer nos próximos dias um projeto para ajudar a recuperar Adriano, que em dezembro deixou claro que deseja voltar ao futebol.

Além disso, a diretoria demonstrou interesse na contratação de Vagner Love, que atualmente defende o Alanyaspor, da Turquia. Aos 33 anos, ele deve receber uma proposta salarial do Flamengo em torno de 500 a 600 mil reais mensais. Ele é a bola da vez no clube, que ainda não sabe se Paolo Guerrero será absolvido. 

Vagner Love Alanyaspor
(Foto: Getty Images)

Não são raros os casos em que o Flamengo preferiu apelar ao passado para encontrar uma solução do que procurar por algo novo, o caso de Mozer, como gerente de futebol também é uma prova disso. Com pouca experiência para o cargo, ele entrou pela identificação, pelo fato de ser ídolo e ter feito parte da geração mais vencedora da história do clube.

Repatriar atletas que tiveram boas passagens pelo clube é uma solução mais fácil, mas nem sempre a melhor. Quando o jogador está em alta e com boa idade o negócio ainda pode ser vantajoso, mas quando o atleta já não é mais tão novo e nem atravessa boa fase, "o tiro pode sair pela culatra". 

Hoje, Vagner Love e Adriano Imperador talvez não sejam as melhores opções para o Flamengo, no caso do primeiro, com idade mais avançada e salário alto, um jogador mais novo e com potencial de mercado poderia ser muito mais interessante para o Rubro-Negro que já conta com Paolo Guerrero. 

Adriano Flamengo Universidad Chile Libertadores 2010
(Foto: Getty Images)

Com Adriano, trazê-lo de volta nesse momento, depois de dois anos afastado dos gramados, pode ser atrapalhar. Sem dúvida haverá pressão da torcida para que o coloque em campo, se aconteceu com Conca, que não tinha ligação nenhuma com o Rubro-Negro, imaginem com um dos responsáveis pelo Hexa? 

Não é necessário fechar as portas para Adriano, mas trazê-lo com a ideia de que entrará em campo novamente pode não ser a melhor coisa a ser feita pela diretoria do Flamengo nesse caso. Se despegar um pouco do passado e buscar construir seu futuro, é o que a torcida Rubro-Negro mais precisa nesse momento. 

Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de sábado e domingo, 19 e 20 de janeiro
Próximo artigo:
Corinthians no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Torcida do Vasco inunda internet de xingamentos a Dedé após vitória sobre o Volta Redonda
Próximo artigo:
Flamengo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
FIFA 19: Vinícius Junior, Arthur e Militão listados nas Estrelas do Futuro do Ultimate Team
Fechar