Notícias Placares ao vivo
Atlético de Madrid

"A minha chegada ao Atleti foi um desastre", admite Filipe Luis

11:06 BRT 12/10/2017
FILIPE LUIS ATLETICO MADRID REAL SOCIEDAD LALIGA 04042017
Brasileiro relembrou os primeiros momentos no clube espanhol e não poupou elogios a Piqué: "não se esconde atrás da fama"

Filipe Luis conversou com El Mundo sobre sua vida cotidiana como jogador e, entre outras coisas, disse que vive e respira futebol porque seu objetivo é "seguir crescendo". O brasileiro ainda recordou  como o Atlético de Madrid estava antes da chegada de Simeone.

"Quando cheguei ao Atleti em 2010, o que estava acontecendo era um desastre. O time não tinha nenhuma estabilidade, Quique Flores tentou realizar milagres com um vestiário muito complicado no qual havia jogadores que não passavam a bola, e assim foi até Cholo aparecer e mudar tudo", disse ele.


Foto: Getty Images

"Mas mesmo naqueles primeiros anos com ele, sempre havia no vestiário o rumor que isso iria acabar e tudo seria como antes. Não entrar na Europa League, ser nono na Liga, cair na Copa diante de uma equipe B. Isso gera uma atmosfera estranha no vestiário. Você ouve que alguém quer ir embora, que outro quer ganhar mais, que aquele de lá já tenha um pré-contrato com outro. E você começa a pensar que tudo vai acabar. Felizmente, esses dias estão definitivamente para trás ​​e agora em vez de sair, todo mundo quer vir ", completou.

Filipe Luis, que começou no Figueirense e passou por Ajax, Real Madrid Castilla e Dépor, destacou o apoio de seu pai para ter sucesso no esporte.

"Eu tive meus momentos para sair ou beber mais do que eu deveria. Felizmente, meu pai me colocou no caminho certo", confessou.

Quanto ao seu momento atual, o brasileiro comentou: "Tenho muita sorte porque trabalho muito pouco, com muita pressão, mas poucas horas e bem pago. E olho em volta e vejo a vida das pessoas. Eu não mudaria minha profissão por nada no mundo ", admitiu.


Foto: Getty Images

Por fim, o lateral não poupou elogios a Gerard Piqué.

"Sou fã de Piqué, embora muitas vezes não concorde com o que ele diz, mas ele se atreve, como Arbeloa. Ele não tem medo de dizer o que acha, e não fica escondido atrás de sua fama para não se opor. E espero que mais jogadores de futebol sejam como eles ", finalizou.