A contratação de Arturo Vidal não saiu como o Barcelona planejava

Comentários()
O chileno vem decepcionando o clube catalão com suas declarações explosivas nas redes sociais

O Barcelona "atravessou" duas contratações nesta última janela de transferências.

A ida de Malcom para o Camp Nou foi a maior polêmica entre elas, ainda mais após a Roma ter anunciado que já havia contratado o brasileiro - que vinha brilhando no Bordeaux.

Entretanto, também vale lembrar que Arturo Vidal estava praticamente contratado pela Inter, quando o clube de Milão voltou suas atenções para Luka Modric, fazendo com que o Barça conseguisse ‘roubar’ o chileno por um acordo de 20 milhões de euros (cerca de R$ 84 milhões) com o Bayern de Munique.

Dois meses depois, Malcom é um personagem que não conseguiu manter o ritmo no elenco, participando de apenas dois jogos desde que chegou ao Camp Nou.

É jovem, 21 anos, e tem tempo para se desenvolver e provar seu potencial no Barça.

Em contrapartida, o jogador chileno de 31 anos estava cercado de expectativas. Entretanto, o time viu muito pouco de sua conhecida habilidade.

De fato, a única prova que os torcedores blaugranas tiveram até agora foi o espírito de luta que Vidal mostrou em Munique, quando foi sentenciado pela justiça por ter atacado um homem com uma garrafa de vodka em setembro do ano passado, recebendo multa de 800 mil euros (cerca de R$ 3,3 milhões).

Vidal não se parece nada com o meio-campista guerreiro que era considerado um herói no Bayern e, anteriormente, Juventus. E o pior: ao invés de brigar por seu lugar na equipe titular, o chileno perdeu mais tempo reclamando sobre o seu momento.

GFX Arturo

Depois de entrar como substituto aos 42 minutos do segundo tempo na vitória de 4 a 2 sobre o Tottenham, em Wembley, Vidal publicou um ‘emoji’ irritado em seu perfil no Instagram. Pouco depois removeu apressadamente tal legenda e a substituiu pela frase: “Nunca desista. O melhor ainda está por vir”.

Mas isso não foi o pior.

Após passar todo o jogo entre Barça x Valencia, que acabou empatado, no banco, ele postou uma mensagem enigmática: “Não lute com quem é parecido com Judas; eles se enforcarão”.

O jogador insistiu que a publicação era voltada para seus críticos, e não para qualquer pessoa ligada ao Camp Nou, mas o clube não ficou impressionado com o fato de Vidal ter se tornado novamente um motivo de polêmica.

“No geral, a situação com Vidal é muito clara”, disse o diretor esportivo Pep Segura, ao portal Sport. “Primeiramente, seus protestos são uma demonstração de que ele quer jogar e servir o Barcelona, e contribuir para ganhar tudo, como ele havia dito em sua apresentação”.

Arturo Vidal México vs Chile
(Foto: Getty)

“A parte negativa é que ele não tem a delicadeza que um profissional deve ter, sem respeito por seu técnico e por seus colegas. Em um clube grande como o Barça, com tantos profissionais bons, Vidal sabe que fez errado, que faltou com respeito por seus colegas e tenho certeza que ele irá se corrigir”.

Após participar de duas partidas pelo Chile durante os amistosos das seleções - mesmo número de partidas que fez pelo Barça – Vidal proclamou: “Estou voltando para o Barcelona com muito desejo de conquistar um lugar na equipe”.

Mas nada mudou até agora, e suas chances de entrar no time titular não parecem boas, principalmente com Arthur se mostrando cada vez mais efetivo ao lado dos principais meio-campistas Sergio Busquets e Ivan Rakitic.

Obviamente, com 31 anos, Vidal ainda não terminou a carreira como jogador, e pode se mostrar um reserva muito útil para o time blaugrana, já que possui atributos diferentes de seus colegas para uma vaga no meio de campo.

Além disso, mesmo confessando que está infeliz, com certeza não irá jogar a toalha no estágio inicial de sua carreira dentro do Camp Nou.

“Continuarei fazendo o que sempre fiz: lutar, porque nada é fácil”, declarou Vidal recentemente. “Mas você pode fazer tudo nessa vida com esforço e sacrifício”.

Embora não seja característica do chileno desistir e ir embora, também não é de seu caráter concordar e aceitar seu papel de reserva.

Desta forma, Vidal está mais propenso a atacar novamente o clube catalão do que conquistar a confiança de Valverde. Infelizmente, essa batalha particular já pode estar perdida para Vidal.

Próximo artigo:
Ligue 1 2018/19: artilheiros, garçons e classificação completa
Próximo artigo:
Liga das Nações da UEFA: quem está classificado e eliminado dos play-offs?
Próximo artigo:
Deixando o Grêmio? Everton comenta proposta do Manchester United
Próximo artigo:
Cuca coloca cargo 'à disposição' no Santos, mas presidente pede permanência
Próximo artigo:
Centenário, Diego Souza celebra: "Colocamos o São Paulo em evidência brigando de igual pra igual com todos"
Fechar