A conexão francesa: Emiliano Sala - O argentino que supera Lionel Messi

Comentários()
Getty Images
O atacante do Nantes é um dos muitos jogadores estrangeiros impressionantes no Le Championnat - a Liga dos Talentos

Quando a temporada começou, a última coisa que Emiliano Sala poderia ter pensado era em uma comparação com a estrela do Barcelona, Lionel Messi.

Além de serem argentinos, jogadores de futebol e atacantes, há poucas coisas em comum entre a dupla. A começar por Messi, cinco vezes vencedor da Bola de Ouro e conhecido por sua graça e facilidade técnica. Já Sala, com 1,82 m e um pouco desajeitado, nem estava nos planos do ex-treinador do Nantes, Miguel Cardoso, até atingir sua perfeita forma nos campos.

Cardoso caiu apenas dois meses após ter assumido o comando da equipe, o que ajudou a recolocar o jogador de 28 anos no centro das atenções.

Com oito gols marcados nesta temporada, Sala fica atrás somente de Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, e Krzysztof Piatek, do Genoa, na artilharia das principais ligas europeias. Até agora, apenas Sala, Mbappé, Luka Jovic e Paco Alcacer marcaram nos últimos cinco jogos das suas respectivas equipes.

Até mesmo Messi foi deixado para trás.

Emiliano Sala Nantes MHSC Couype de la Ligue 13122016
(Foto: Getty Images)

"Isso é bom", disse Sala, em entrevista ao L'Equipe. "É verdade que estão acontecendo coisas boas comigo, mas o que me interessa é seguir capaz de prosseguir". "Eu tinha visto que Mbappé estava marcando um gol a cada 55 minutos, mas eu não vi que estava na frente de Messi. Realmente eu vou ter que trabalhar agora!", completou.

Mesmo quando o time era comandado por Cardoso, Sala estava marcando gols quando tinha a chance. Agora, com a mudança de treinador e Vahid Halilhodzic assumindo o cargo no início de outubro, ele teve uma melhora considerável.

O hat-trick contra o Toulouse foi o primeiro de sua carreira profissional em alto nível. Além disso ele ainda conseguiu balançar as redes diante o Amiens, no último fim de semana. Na última terça (30), faltando apenas alguns minutos para o fim pela Copa da Liga, contra o Montpellier, Sala marcou novamente. Juntando todas as competições desta temporada, o argentino soma nove gols em 11 aparições, média de um gol a cada 75 minutos.

"Nós falamos a mesma língua", disse o atacante, que passou os últimos oito anos na França após chegar para atuar na equipe juvenil do Bordeaux. “Ele (Vahid Halilhodzic) foi um grande atacante com estatísticas impressionantes e me deu algumas dicas. Com ele estamos jogando mais ofensivos, com um sólido bloco defensivo e alta pressão para nos ajudar a atacar mais rapidamente. Isso está nos dando mais chances", disse o jogador. 

Às vezes criticado por ser um jogador um pouco desajeitado, Sala estabeleceu um bom relacionamento com o ex-são-paulino Boschilia, que foi emprestado pelo Monaco ao Nantes neste semestre. Em alta, ignora os críticos. "Francamente, sou alguém realmente sincero e isso não me incomoda. Eu tenho o meu estilo, é da minha natureza, eu não vou mudar aos 27 anos - eu sou argentino!", disse ele. 

"Estar no campo, dando tudo de mim e talvez marcando um gol, e vendo um amigo ou um membro da minha família feliz na arquibancada, é isso que me faz feliz."

Emiliano Sala Ligue 1 GFX

Sala não está disposto a mirar um determinado número de gols nesta temporada, temendo que isso possa "limitá-lo". Também deixou claro não estar preocupado em mudar a percepção de si mesmo, um "guerreiro físico".

"Eu li uma frase há alguns dias: 'Homens podem mentir, mas números não podem'", disse ele. "Eu sou apenas um cara que tenta o seu melhor. Algumas pessoas me disseram para me segurar e economizar meus esforços, mas vou continuar a fazer as mesmas corridas e tentar ser tão eficiente quanto. Eu não quero mudar”.

Mais artigos abaixo

A caminho da melhor campanha de sua vida, o jogador ultrapassará facilmente a marca de 12 gols nas últimas duas temporadas disputadas. Não é de se admirar que o atacante esteja feliz com a maneira como as coisas estão caminhando na vida pessoal dele.

Sua meta de médio prazo é jogar nas competições europeias. Como o Nantes está no meio da tabela da Ligue 1, o clube precisa aproveitá-lo enquanto puder, já que as suas façanhas não passarão despercebidas em outros lugares.

Talvez até um certo compatriota do Camp Nou possa estar de olho no argentino mais produtivo da Europa até agora nesta temporada.

Próximo artigo:
Corinthians no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Torcida do Vasco inunda internet de xingamentos a Dedé após vitória sobre o Volta Redonda
Próximo artigo:
Flamengo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
FIFA 19: Vinícius Junior, Arthur e Militão listados nas Estrelas do Futuro do Ultimate Team
Próximo artigo:
Iniciando sua quinta temporada no Palmeiras, Dudu reencontra adversário de sua estreia com status de ídolo
Fechar