São Paulo acerta venda de Lucas Piazon para o Chelsea

Revelação de 17 anos deverá ser negociada por 10 milhões de euros, valor superior ao que o clube desembolsou por Luis Fabiano
O São Paulo fechou a venda de Lucas Piazon ao Chelsea (ING). E o dinheiro paga Luis Fabiano e ainda sobra.

A transação é de 12 milhões de euros ou cerca de R$ 27,6 milhões. O contrato envolvendo o Tricolor paulista e o clube inglês já foi redigido e será assinado até o fim desta semana.

Ao clube do Morumbi cabem 10 milhões de euros, relativos aos 80% dos direitos econômicos. A primeira parcela, de 6 milhões de euros, será paga à vista (ainda este mês). O restante ficou acordado para o mês de julho.

- Tratam-se de valores semelhantes à época em que acertamos com a Juventus (ITA). Só não saiu daquela vez por que o jogador não tinha definido o valor dele com o clube - confirmou o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco

O atacante, que atualmente defende a Seleção Brasileira Sub-17 no Sul-Americano, receberá cerca de 2 milhões de euros (R$ 4,6 milhões), o equivalente a 20% dos direitos econômicos. O percentual foi destinado ao atleta no ano passado, quando ele ameaçou deixar o clube.

As bases salariais entre Lucas e o Chelsea são mantidas em sigilo. Ele só deixará o São Paulo ao final do ano, assim que completar 18 anos.

O montante é mais do que suficiente para o Tricolor paulista pagar os 7,6 milhões de euros (aproximadamente R$ 17,5 milhões) da transferência de Luis Fabiano. Mas, por ora, Leco se esquiva de atrelar o dinheiro ao pagamento ao Sevilla (ESP).

- Não posso dizer se será usado para isso, pois a volta do Luis foi definida pelo Adalberto (Batista) e o Juvenal (Juvêncio) - limitou-se a comentar o vice-presidente, citando o diretor de marketing e o presidente do clube.

O São Paulo tem a pagar esse ano (não divulgou o mês)  1,9 milhões de euros (cerca de R$4,3 milhões) ao Sevilla. Restarão mais três parcelas de mesmo valor em 2012, 2013 e 2014.