Dodô pede cautela quanto ao Vasco: 'Negocio, mas não fechei'

Atacante, que tem tudo para ser reforço, segue em Sampa nos próximos dias

As palavras de Dodô, ditas rapidamente por telefone, são as mesmas de pessoas ligadas a ele. O panorama da negociação com o Vasco é o mesmo dos últimos dias: conversas bem adiantadas, trocas de propostas e muita vontade de acerto. Só que o atacante nem mesmo tem previsão para vir ao Rio de Janeiro com tanta pressa para assinar contrato, que seria de um ano.

- Todos sabem que estou falando com o Vasco. Mas não tem nada certo, até porque continuo em São Paulo. Na hora certa, não tenho porque não dizer. Agora, prefiro não dar detalhes - limitou-se a explicar o craque, gentilmente.

Dodô pede que os contatos sejam feitos diretamente com seus representantes, que tratam da transação com Rodrigo Caetano, diretor executivo do Vasco. O Botafogo corre por fora, mas, neste páreo, já ficou para trás. A pedida salarial assustou os alvinegros.

Aos 35 anos, o jogador vai retomar sua carreira a partir desta temporada, já que ficou, ao todo, dois anos inativo por conta da suspensão por doping, após ingestão da substância femproporex. Curiosamente, foi num jogo contra o Vasco que Dodô foi pego no exame, defendendo o Botafogo. Ele marcou dois gols.