thumbnail Olá,

Confira a avaliação que Goal.com fez de alguns brasileiros que estiveram em campo na Europa neste meio de semana

MELHORES DA SEMANA

Dani Alves - Barcelona 4 x 0 Milan
NOTA GOAL.COM: 3.5
"Ajudou a aumentar a pressão na defesa e contribuiu bem na frente, mesmo que seus colegas não tenham conseguido completar seus cruzamentos."

- Keeghann Sinanan, Goal.com Internacional

As grandes atuações do Barcelona costumam coincidir com as partidas mais seguras de Daniel Alves, e não foi diferente na quarta-feira. Se o Milan não tempo para respirar assim que a bola rolou, é, em parte, porque o ala brasileiro estava cumprindo seu papel no lado blaugraná, subindo pelo lado direito a ajudando na construção dos ataques.

Weligton - Málaga 2 x 0 Porto
NOTA GOAL.COM: 3.5
"O capitão do Málaga antecipou a maioria dos lances do ataque do Porto cada vez que estes pensavam estar livres da marcação. Ele manteve a retaguarda segura com uma ótima atuação."

- Tom Webber, Goal.com Internacional

Manuel Pellegrini avisou logo de cara: o Málaga não poderia sofrer gols do Porto para se classificar às quartas-de-final. Foi o que aconteceu na quarta-feira, muito em função da excelente atuação do brasileiro Weligton, que anulou o colombiano Jackson Martínez e ajudou a equipe a construir a inédita classificação na temporada de estreia dos Boquerones na Champions League.

Ramires - Chelsea 3 x 1 Steua Bucareste
NOTA GOAL.COM: 3.0
"Depois de uma grande atuação no Old Trafford, o brasileiro caiu de produção e perdeu a posse de bola com muita frequência. Seja como for, teve grande participação no gol de Mata"

- Tom J. Doyle, Goal.com Internacional

A arrancada no gol de Juan Mata, o primeiro da vitória sobre o Steua na quinta-feira, deu sinais de que veríamos o melhor Ramires em ação no Stamford Bridge. No entanto, o brasileiro se mostrou desatento em alguns momentos, mas nada que minasse as chances dos Blues na Liga Europa.

Juan - Inter 4 x 1 Tottenham
NOTA GOAL.COM: 3.5
"O elo forte da defesa da Inter, grudou em Defoe feito cola. Atlético e implacável nos desarmes, ele foi mais um dos que impressionaram na goleada da Inter"

- Jay Jaffa, Goal.com Internacional

O torcedor da Inter não consegue confiar plenamente no zagueiro Juan, que ainda disputa uma vaga na equipe com o argentino Walter Samuel. Na quinta-feira, porém, o jovem brasileiro teve uma atuação de luxo, ainda que a Nerazzurri não tenha conseguido a classificação na Liga Europa. Ganhou crédito junto ao técnico Andrea Stramaccioni.

PIORES DA SEMANA

Hernanes - Lazio 3 x 1 Stuttgart
NOTA GOAL.COM: 2.5
"Não foi ele mesmo hoje. Esteve perto do gol, mas definitivamente está longe de sua melhor forma"

- Victor Campanile, Goal.com Itália

Ele pode até ter contribuído com um belo lançamento para o segundo de três gols do tcheco Libor Kozak, que colocou a Lazio nas quartas da Liga Europa, mas esteve longe de impressionar. A fase instável de Hernanes coincide com a da equipe romana.

Alex Sandro - Málaga 2 x 0 Porto
NOTA GOAL.COM: 2.5
"O ex-Santos demorou demais para pressionar os adversários que caíam pelo seu lado, e talvez tenha subido excessivamente ao ataque. Deixou espaços e sofreu nas mãos de Joaquín."

- Tom Webber, Goal.com Internacional

As palavras de Tom Webber falam por si: o ala Joaquín deitou e rolou pelo lado defendido pelo brasileiro, por onde surgiram as jogadas dos dois gols que eliminaram o Porto da Champions League. Vai ter que melhorar muito a marcação antes de pensar em voltar à Seleção brasileira.

Maicon - Málaga 2 x 0 Porto
NOTA GOAL.COM: 2.5
"Substituiu Varela no início do segundo tempo, mas não conseguiu acrescentar à defesa. Teve um gol bem anulado por impedimento, e não saltou no escanteio no qual Santa Cruz marcou o gol."

- Tom Webber, Goal.com Internacional

O Porto precisava, e muito, de ajuda após a expulsão de Steven Defour, quando a classificação diante do Málaga já corria risco de ir para o espaço. De certo modo, Maicon conseguiu segurar o quanto pôde as coisas atrás, e quase mandou os lusitantos às quartas-de-final com um gol na reta final da partida. Logo depois, porém, ele esqueceu o paraguaio Santa Cruz, que terminou com o sonho europeu dos Dragões em 2013.

Relacionados