Jorge Fossati assume o comando do Al-Sadd, do Qatar

Após finalizar o seu contrato com o Al-Shabab, da Arábia Saudita, o técnico uruguaio Jorge Fossati, ex-Internacional, acertou sua ida para o Al-Sadd, do Qatar. O treinador já havia comandado o clube entre 2006 e 2007, quando conquistou seis títulos no intervalo de dois anos: duas Ligas Nacionais, três Copas do Príncipe e uma Copa do Rei.

- Estou voltando para um lugar que sempre tive todo apoio e não é por acaso que aceitei esse convite da direção. Assumo até junho em consideração às pessoas do clube, com as quais tenho uma grande amizade. Mas não pretendo ficar ficar tanto tempo longe da família. Chego com o objetivo de colocar o Al-Sadd na Liga dos Campeões da Ásia - destacou o uruguaio, que terá entre seus comandados o atacante brasileiro Afonso Alves, jogador que já foi convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Dunga.

Após alguns anos desde sua primeira passagem pelo país, Fossati espera encontrar uma boa evolução no futebol do Qatar, especialmente em termos de estrutura, já que o país venceu a concorrência da FIFA e será a sede da Copa do Mundo de 2022. Para o técnico, a escolha do país não surpreende devido aos investimentos que são feitos continuamente em torno do futebol.

- O futebol do Qatar está crescendo e, sendo sede da Copa de 2022, vejo possibilidades de ficar ainda mais forte. A estrutura melhora a cada dia, eles têm poder de investimento e com certeza realizarão um grande mundial - finalizou o treinador.

O Al-Sadd ocupa a quinta posição na Liga do Qatar, com 18 pontos.