Portuguesa consegue liminar na Justiça e volta para a Série A do Brasileirão

Assim como o Flamengo, Justiça obriga a CBF a devolver os pontos perdidos do clube paulista

O advogado e torcedor da Portuguesa, Daniel Neves, ganhou a primeira ação na Justiça contra a Confederação Brasileira de Futebol em favor do clube paulista. Marcello do Amaral Perino, juiz da da 42ª vara cível de São Paulo, foi o mesmo que deu ganho de causa para o torcedor do Flamengo, na manhã desta sexta-feira.

"Entramos com a ação hoje (sexta-feira) e pedimos para que o juiz do processo do Flamengo fosse o mesmo para o nosso caso. Todas as ações que estão acontecendo, tanto da Portuguesa quanto do Flamengo, têm os mesmos fundamentos. Esse pedido que fizemos é para evitar que haja decisões contraditórias na Justiça. A nossa solicitação foi aceita e vamos dormir na Série A", explicou o advogado.

"Eu torço pela Portuguesa e um sócio-torcedor me procurou para ajudá-lo nesta ação. Foi assim que isso surgiu e vamos em frente. Ficamos o dia todo no Fórum esperando pela resposta e ela foi positiva", completou.

Bastante respeitado no meio jurídico, Daniel Neves escreveu alguns livros em sua carreira, alguns deles, inclusive, já foram usados pelo STJ e pelo STF como base para julgamentos e tomadas de decisões.