Hiddink deixa a Turquia e não descarta volta ao Chelsea

Treinador não conseguiu classificar a seleção para a Euro 2012
Guus Hiddink não é mais o técnico da seleção da Turquia. Depois de não conseguir a classificação para a Euro 2012, ao sofrer a eliminação para a Croácia, o treinador confirmou sua saída do cargo e agora considera suas opções para o futuro.

A Turquia havia perdido fora de casa para a Croácia por 3 a 0 e precisava de um grande resultado no segundo jogo para manter-se viva. Mas o time de Guus Hiddink não passou de um empate em 0 a 0 e ficou de fora da competição europeia. O resultado precipitou a saída do holandês.

"Ainda não me decidi sobre o futuro. Vou tirar algum tempo para refletir, mas o tempo que passei na Inglaterra foi maravilhoso. Treinar o Chelsea foi espectacular, mas isto não quer dizer que estou disposto a começar já amanhã. Preciso de algum tempo para pensar", disse o treinador, em declarações publicadas no site Globoesporte.

Hiddink tem relação próxima com o proprietário do Chelsea, Roman Abramovich, e já comandou o clube em 2009, após a demissão de Luiz Felipe Scolari. Na época, o treinador ajudou a equipe a se recuperar na temporada e conquistou a Copa da Inglaterra.