Argentino quase tirou Chapecoense da final: "pensei nisso o tempo todo"

Angeleri desperdiçou uma boa chance de gol nos últimos minutos da semifinal da Copa Sul-Americana

No final do jogo entre Chapecoense e San Lorenzo, Marcos Angeleri teve uma grande chance de fazer gol e dar a vitória para o time argentino. Era a semifinal da Copa Sul-Americana e aquele lance decidiria a partida. Mas o chute foi fraco, o goleiro Danilo defendeu, e a Chapecoense avançou para a final. O resto da história é tragédia: acidente aéreo em Medellín e 19 jogadores do time catarinense mortos.


VEJA TAMBÉM:
Time ideal da Europa | Maior torcida do Brasil | Time do Papai Noel na China


Angeleri diz que pensou muito naquele lance: "nos dias seguintes ao acidente, pensei muito nisso, o tempo todo. Com o passar do tempo, você começa a levar a vida e se preocupar com outras coisas. Mas volta e meia isso retorna à minha cabeça. Às vezes, no momento mais inesperado, quando estou fazendo qualquer coisa de rotina, que não tenha relação com o futebol. Sei que nunca vou esquecer", afirmou o argentino em entrevista à Folha de S. Paulo.

O lateral contou o que passou na cabeça dele após saber da tragédia: "quando ouvi pela primeira vez sobre o acidente, foi a primeira coisa que pensei. A chance perdida. No vestiário, estava irritado porque tive a oportunidade de pôr nosso time em uma final e dar alegria à torcida. Voltei para casa arrasado. Mas o que houve depois vai muito além do futebol. É inevitável pensar. E se eu tivesse feito o gol?"

Agora Angeleri vai disputar a Copa Libertadores, assim como a Chapecoense. Os dois correm risco de se enfrentarem, mas o lateral não sabe como se sentiria nesse caso. "O que vivi com a Chapecoense está marcado na minha vida. Não sei como será minha reação. Com certeza, prestarei alguma homenagem à equipe".

O que também preocupa Angeleri é voltar a voar de avião: "como não vamos ter isso na cabeça no próximo voo? Eu tenho a certeza de que todos os atletas de futebol profissional pensaram: aquilo poderia ser comigo. É impossível não pensar. Desejo muita sorte à Chapecoense e ainda sinto uma tristeza enorme quando penso nisso tudo".

O San Lorenzo está no Grupo 4 junto com Universidad Católica, Flamengo e mais um time que virá da 3ª fase, que pode ser o Atlético-PR. Ou seja, Angeleri pode vir duas vezes ao Brasil só na fase de grupos. Já a Chapecoense enfrentará Nacional-URU, Lanús e Zuliá-PER no Grupo 7.