Há 20 anos, Cantona chocava o mundo com voadora em torcedor

Na ocasião, o ídolo do Manchester United foi suspenso por oito meses e viu de fora os Red Devils perderem o título da Premier League para o Blackburn Rovers

No dia 25 de janeiro de 1995, há exatos 20 anos, o futebol inglês viveu um incidente que ficou marcado na história da Premier League. Expulso no empate por 1 a 1 entre Crystal Palace e Manchester United, o atacante francês Eric Cantona, eleito o melhor jogador da história dos Red Devils, reagiu à provocação de um torcedor e correndo na direção das arquibancadas, deu uma voadora em um jovem chamado Matthew Simmons.

O mundo do futebol ficou em estado de choque devido à agressão, que valeu à Cantona uma das punições mais pesadas do futebol inglês até hoje. Foi levado a julgamento em março na Corte de Magistrados de Croydon, em Londres, sentenciado a duas semanas na cadeia, além de 120 horas de serviços comunitários, o jogador foi tamb´m suspenso dos gramados por oito meses.

Na ocasião, Cantona recebeu cartão vermelho por falta em Richard Shaw. Simmons teria gritado: "Volte para a França com a vagabunda da sua mãe, idiota", após descer 11 degraus nas arquibancadas. Em sua defesa, o jogador criticou o comportamento do torcedor. Muito foi dito depois disso, mas anos mais tarde, o francês admitiu ter exagerado, mas não pediu desculpas.

"Foi um erro, mas a vida é assim, e eu sou assim. Às vezes, para a gente [jogadores], é um sonho poder bater neste tipo de torcedor. Fiz para que se sentissem felizes", afirmou Cantona em 2011, em entrevista à BBC.

Sem Cantona, o Manchester United perdeu a Premier League 1994/1995 na última rodada. O time empatou fora de casa com o West Ham por 1 a 1 e foi a 88 pontos, sem ultrapassar o Blackburn Rover, do craque Alan Shearer, que ficou um ponto à frente dos Red Devils.

Cantona se aposentou em 1997 e vive hoje em Paris. O ex-jogador, que esteve filmando um documentário no Brasil durante a Copa do Mundo, divide seu tempo em partidas de futebol de areia, eventos promocionais e ativismo político.

Confira a agressão de Cantona no torcedor Matthew Simmons: