thumbnail Olá,

Meia ainda sonha com título inglês, apesar da difícil tarefa de sua equipe

O Manchester City não vai entregar o título inglês ao rival United tão facilmente. No que depender do meia Yaya Touré, os Sky Blues vão buscar o máximo de triunfos até o fim da Premier League, daqui a doze rodadas, para continuar sonhando com o bicampeonato, que marcou o renascimento do clube do Etihad Stadium no século XXI.

"Precisamos seguir em frente e tentar vencer todos os nossos jogos, sabemos que o United está na dianteira. Precisamos de onze vitórias e vamos seguir acreditando. Ninguém sabe o que vai acontecer no futuro, não se pode dizer que [o campeonato] já terminou", afirmou o marfinense em papo com o CityTV.

"Pelo clube e pela torcida, você não pode desistir agora. Ainda temos muitos jogos restantes e, no esporte, você nunca sabe o que vai acontecer."

Não se pode, porém, dizer que a missão dos Citizens é das mais fáceis: além dos doze pontos de diferença em relação aos Devils, o calendário da reta final apresenta alguns adversários difíceis para os atuais campeões, como Everton, Tottenham e Swansea, além do próprio United, em Old Trafford.

"Sabemos que o calendário é grande, mais difícil que o deles, mas precisamos manter o ritmo, tentar vencer os jogos e não deixar os pontos escaparem", concluiu Touré.

O City folga até a próxima segunda-feira, quando encara o desesperado Aston Villa, 18º colocado, em Birmingham.

Relacionados