Notícias Placares ao vivo

Entenda as razões do "divórcio" entre Barcelona e Neymar

Neymar disse "basta". Ele não se sente tão à vontade como antes no Barcelona. Jogar com Lionel Messi não é mais suficiente. Aos 25 anos, o brasileiro entendeu que não quer ser sombra de ninguém. No Barcelona ele sabe que não terá um time à disposição dele, enquanto o argentino continuar lá. É algo que pessoas próximas a ele dizem há muito tempo, mas só agora eles foram ouvidos. Não será o primeiro jogadar de uma equipe enquanto estiver no Barcelona. Já não basta mais fazer parte do time de Messi. É melhor construir o PSG de Neymar.

Além disso, o pai de Neymar ficou descontente com a diretoria do Barcelona. Ele já tinha intermediado o acerto do clube com o meia Lucas Lima, do Santos, e receberia uma boa comissão por isso. Mas o clube desistiu da contratação. 

O Barcelona ficou com medo de ser punido pela Fifa. O Santos acusou o clube catalão de negociar com Lucas Lima antes de faltarem seis para o fim do contrato com o Santos. Agora nem mesmo a possível contratação de Paulinho anima Neymar.


Neymar está em pré-temporada com o Barcelona (Foto: LLUIS GENE/AFP/Getty)

O PSG, interessado em Neymar desde a temporada passada, ficou quieto, apenas esperando uma oportunidade. Consciente de que o Barcelona nunca negociaria o jogador, só esperava o momento adequado para pagar os 222 milhões de euros da multa. Precisaria ainda acertar o salário. Atualmente Neymar recebe 18 milhões de euros por mês e é claro que ganhará mais em Paris. Mas não é só uma questão de dinheiro. Neymar quer se sentir líder e isso não acontecerá no Barcelona enquanto Messi estiver lá.