thumbnail Olá,

O ex-presidente do Real Madrid acha que a atitude do técnico levou desarmonia para a equipe e culpa Florentino Perez por trazê-lo para o clube

Ramón Calderón, ex-presidente do Real Madrid, acredita que José Mourinho deixará o clube para assumir um cargo no Paris Saint-Germain. O antigo dirigente também acha que o estilo de gestão do treinador tem sido a principal razão para os maus resultados do clube merengue nesta temporada.

"O Real Madrid tem um problema com a atitude de José Mourinho. Não estamos acostumados a um treinador que reclama de árbitros, UEFA e lesões. É algo que eu não gosto. Estamos acostumados a falar sobre o que está acontecendo no campo", declarou em entrevista ao talkSPORT.

"Parece que ele vai para o Paris Saint-Germain. Ele diz que vai ficar, mas eu não penso assim. As coisas foram longe demais e o Real Madrid não está disposto a continuar aceitando seu comportamento. Alguns jogadores não estão satisfeitos, eles não estão acostumados a isso. Eles não gostam da atitude", continuou.

Calderón atribui a responsabilidade da situação de Mourinho no clube ao atual presidente, Florentino Perez. "Eu sempre disse que é culpa do presidente. José Mourinho não está enganando ninguém. Ele não mudou a forma como ele é, ele sempre se comportou assim. Quando Perez assinou ele sabia o que estava recebendo", opinou.

"Quando eu assinei com Cristiano Ronaldo, eu estava lidando com Jorge Mendes, que também é agente de Mourinho. Quando ele falou comigo sobre a possibilidade de assinar com ele, eu pensei o mesmo, assim como agora. Na história do Real Madrid nunca vi um treinador como Mourinho", disse.

Relacionados