Quem é Lucas Alario? O 50º melhor jogador do mundo e futuro da Argentina

Atacante se tornou uma lenda no River Plate com suas façanhas nos últimos 18 meses e agora é alvo de alguns clubes europeus

GOALPERFIL GOAL 50 
 

Em um país onde a classe dos atacantes é comparada a Lionel Messi, Gonzalo Higuain e Sergio Aguero, uma estrela do River Plate vem ganhando destaque nos últimos 18 meses. Lucas Alario, realizou grandes perfomances na Argentina para ser incluído entre as melhores promessas de atacantes.

O jovem de Santa Fe teve uma meteórica ascensão, com o técnico da Albiceleste, Edgardo Bauza, chegando a classificá-lo como o "futuro da seleção" antes da sua estreia na vitória por 1 a 0 sobre o Uruguai em setembro. O enorme potencial do jogador de 24 anos é destacado pelo fato de que ele é o único jogador na lista da Goal 50 sem atuar na Europa.

Mas quem é Lucas Alario, e por que algumas das equipes de elite do velho continente tentam tirá-lo do River?

Alario ganhou destaque com o primeiro clube Colon de Santa Fe, onde provou que tinha tanto talento, quanto mentalidade para passar por uma crise. A sua temporada decisiva chegou em 2014, com a sua equipe lutando desesperadamente contra o rebaixamento, após ter perdido 10 jogadores por razões econômicas, além de sofrer uma perda de seis pontos por taxas de transferências não pagas.

Colon acabou caindo em um play-off agonizante, apesar de uma grande temporada final em que Alario veio à tona. No entanto, eles desfrutaram de um retorno imediato à elite graças a reestrutação da liga, com o jogador marcando seis gols e assistindo outros quatro em 15 jogos para enviar o Sabalero de volta ao seu lugar apenas seis meses depois no deserto.

Seu talento para o gol e também como assistente já estavam vindo à tona no Colon, mas um desafio ainda maior estava por vir: em julho de 2015, River pagou pouco menos de um milhão de euros pela estrela em ascensão e fez a sua estreia substituindo a lenda do clube Fernando Cavenaghi.

O primeiro gol de Alario foi marcado no empate com o Guarani em 1 a 1, na Copa Libertadores, que mandou a equipe para a final da competição. Ele passou a escrever seu nome na história do River, abrindo o placar no segundo jogo da decisão, quando o time venceu por 3 a 0 o Tigres.

De lá para cá, ele nunca mais olhou para trás, marcando regularmente em um ritmo muito mais do que respeitável: um a cada dois jogos.

De fato, apenas a título de comparação, Carlos Tevez apresenta uma média de 0,43 gol por jogo desde que retornou ao Boca Juniors. Alario é mais um atacante no molde de um Didier Drogba, porque enquanto ele ainda não é tão fisicamente forte quanto o marfinense, ele é adepto a segurar a bola, além de ser bom no ar.

Como todo um jogador sul-americano, o próximo passo está próximo. O PSG teria sido considerado um candidato no mês de janeiro, enquanto Inter e Liverpool também se diziam interessados durante a última janela de transferências.

No entanto, ele não sairá barato. O River realizou um contrato com Alario por quatro anos, com uma lucrativa cláusula de 18 milhões de euros.

Não importa o que o futuro lhe reserva, os torcedores do River sempre serão gratos ao atleta que marcou alguns dos mais importantes gols da história do clube. Seu temperamente é tão grande quanto o seu talento, e é essa mentalidade que o torna um dos nomes da Goal 50.