Maradona ataca "talarico" Icardi: "para mim, ele não existe"

Eterno ídolo argentino não gostou da atitude do atacante da Internazionale com o ex-amigo Maxi López

Mauro Icardi. Bom atacante, goleador, referência e capitão da Internazionale. E também o famoso talarico. Em um dos casos "ok ok" mais famosos do futebol nos últimos anos, o garoto, que tinha Maxi López como um de seus ídolos quando criança, cresceu nas categorias de base do Barcelona, mas deixou a Catalunha para fechar seu ciclo de formação na Sampdoria, onde se profissionalizou e encontrou, no time principal, justamente uma de suas referências quando mais jovem.


GOALLEIA MAIS: GOAL
"Messi é um líder silencioso" | Por barba, Messi é alvo de patrocinador | Jornal critica CR7


A relação com López era bonita: o garoto que chega no patamar do ídolo, com quem tinha tirado até foto quando criança, e vê o ídolo virar um amigo. No entanto, Icardi traiu a confiança do atacante e companheiro de clube. O jovem ia na casa de Maxi, comia, dormia, se divertia, brincava com seus filhos e... também com Wanda Nara, ex-esposa do ex-jogador do Grêmio.

Icardi e Wanda começaram um relacionamento extraconjugal, e depois, a modelo argentina se separou de Maxi López. Mas não parou por aí. O talarico se casou com a modelo, fez tatuagens dos filhos de Wanda e López e de sua esposa, e com frequência publica fotos com os garotos nas redes sociais.

(Fotos: Getty Images e Reprodução)

Não à toa, López não cumprimenta Icardi quando os dois se enfrentam na Serie A, e ambos já trocaram algumas provocações em algumas partidas.

O caso não ocorreu neste ano, nem no ano passado, mas até hoje é uma polêmica gigante na Argentina e na Itália, que sempre é lembrado mundialmente a cada confronto dos ex-amigos. Por isso, a rádio FM Metro questionou o lendário Diego Armando Maradona sobre a polêmica, e o eterno camisa 10 não teve dúvidas ao opinar. Vale lembrar que alguns jornalistas argentinos acreditam que o capitão da Inter de Milão deveria ser convocado para defender a seleção argentina.

"Para mim, Icardi não existe. Depois do que aconteceu, sou torcedor de Maxi López. Isso não se faz, irmão. O amigo lhe dá comida, lhe abre as portas de sua casa, e depois acontece o que aconteceu. Isso é inadmissível", lamentou.