Grêmio tentará caçar liminar do STJD, que suspendeu partida de volta contra o Santos

Jogo de ida foi marcado por insultos racistas por parte dos torcedores gremistas ao goleiro Aranha

Após o  Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) suspender a partida de volta entre Santos e Grêmio pela Copa do Brasil, que estava marcada para a próxima quarta-feira, o advogado da equipe gremista, Gabriel Vieira, admitiu que a decisão pegou o clube de surpresa e que tentarão uma liminar para que ocorra a partida.

"Vamos tentar já amanhã conseguir uma liminar para caçar essa decisão do STJD e manter o jogo contra o Santos nesta quarta-feira", revelou em entrevista à Rádio Guaíba.

O Grêmio foi enquadrado no artigo 243-G (discriminação racial), após torcedores insultarem o goleiro Aranha do Santos, na derrota por 2 a 0 na última quarta-feira. A equipe gaúcha pode ser excluída da Copa do Brasil e multada em até R$ 200 mil.

A partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil estava marcada para a próxima quarta, às 22h, na Vila Belmiro.