"Estou frustrado pela atuação do São Paulo", diz presidente

Aidar comentou sobre a eliminação na Copa do Brasil e se mostrou irritado com o desempenho de sua equipe
Carlos Miguel Aidar, presidente do São Paulo, esteve nesta quinta-feira no CT da Barra Funda para participar da apresentação de Michel Bastos, e comentou sobre a eliminação da Copa do Brasil. O mandatário se mostrou irritado com a derrota por 3 a 1 para o Bragantino.

"Não dá para tomar de três do Bragantino. Tínhamos a vantagem do empate. Sáimos ganhando de um, conforto imenso, era só ficar tocando a bola", disse na coletiva de imprensa.

"O time deixa a desejar. Isso é uma unanimidade. O São Paulo tem tomado muitos gols de bolas paradas. Não é por falta de treino. Está faltando entrosamento, um pouco de malícia dentro do campo", completou.

Aidar, no entanto, negou ter vergonha do momento: "Na verdade não é vergonha, é um sentimento negativo, de decepção. Estou triste. Não envergonhado, mas triste. Tinha um elenco valioso dentro do campo. Eu pessoalmente entendo que a Copa do Brasil é mais importante que a Sul-Americana."

"Sul-Americana você vai para cada fim de mundo, do ponto de vista financeiro é horroroso. As duas competições, não vejo nenhuma importância em delas participar. Entendo que são dois caça-níqueis inventados pelas direções do futebol brasileiro e sul-aemricano. Estou frustrado pela atuação do time", acrescentou.

Apesar de irritado, Aidar demontrou apoio ao técnico Muricy Ramalho: "Ele será o treinador enquanto quiser e enquanto eu for o presidente. A longevidade do treinador ajuda a trazer o resultado. Querem um exemplo? Peguem o treinador da Alemanha, desclassificado na Copa do Mundo da Alemanha. Agora, deu show aqui no Brasil."

No próximo domingo o Tricolor Paulista irá enfrentar seu rival Palmeiras, às 16 horas, no estádio do Pacaembu. O confronto será válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Clique AQUI para ver como foi o treino de hoje.