Argentina perde para o Equador em Quito: 2 a 0

Pendurado, Messi não leva cartão e vai enfrentar o Brasil

A Argentina voltou a sucumbir na altitude nestas Eliminatórias Sul-Americanas. Dois meses depois de ser humilhada em La Paz, quando foi goleada pela Bolívia, a equipe comandada por Maradona foi derrotada nesta quarta-feira por 2 a 0 pelo Equador em Quito.

Messi jogou a partida pendurado, mas não levou cartão. Assim, o craque vai poder enfrentar o Brasil na próxima rodada, em setembro.

Com a derrota, a Argentina segue em quarto lugar na tabela, com 22 pontos. Já o Equador assume provisoriamente a quinta colocação, com 20.

Mesmo jogando fora de casa, os argentinos foram melhores na primeira etapa, criando as principais chances de gol.

Numa delas, aos 11 minutos, Tevez fez boa jogada pela esquerda e abriu a jogada para Heinze, que cruzou. Messi apareceu livre na área mas tocou a bola rente à trave direita.

Mas a melhor chance argentina foi aos 28: Tevez invadiu a área livre e foi derrubado pelo goleiro. O próprio Carlitos cobrou o pênalti, no canto direito, mas Elizaga defendeu.

A chuva passou a cair no Estádio Olímpico Atahualpa no segundo tempo e o Equador, a dominar as ações. Logo no primeiro minuto, Andújar fez grande defesa em cobrança de falta de Ayoví.

Apesar de ensaiar a pressão, o Equador quase levou um gol. Aos 13 minutos, Heinze cruzou da esquerda e Elizaga espalmou para o meio da área. Gago aproveitou a sobra, mas o goleiro fez excelente defesa.

Os anfitriões abriram o placar num vacilo da defesa argentina. Aos 26, Zanetti foi sair jogando pela direita e acertou as costas de um companheiro. A bola sobrou para Ayoví, que acertou um ótimo chute cruzado, no ângulo esquerdo de Andújar.

O gol desestabilizou a Argentina, que levaria o segundo aos 38 minutos. Palacios dominou a bola na área, passou pelo meio de dois marcadores e acertou um chute alto na esquerda.

No fim, Valencia ainda acertou um chute na trave. A torcida equatoriana, que lotou o estádio, comemorou com gritos de olé.

FICHA TÉCNICA:

EQUADOR 2 X 0 ARGENTINA

Estádio: Olímpico Atahualpa, Quito (EQU)
Data/hora: 9/6/2009 - 18h (de Brasília)
Árbitro: Carlos Chandía (CHI)
Auxiliares: Cristian Julio (CHI) e Lorenzo Acuña (CHI)

Cartões amarelos: Noboa, Elizaga, Valencia (EQU); Gutierrez (ARG).

Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Ayoví, 26'/2ºT (1-0); Palacios, 38'/2ºT (2-0).

EQUADOR: Elizaga, Reasco, Hurtado, Espinoza e Ayoví; Castillo, Noboa (Palacios, intervalo), Méndez e Valencia; Caicedo (Guerrón, 32'/2ºT) e Tenorio (Montero, 13'/1ºT). Técnico: Beltrano.

ARGENTINA: Andújar, Zanetti, Ottamendi, Demichelis e Heinze (Diego Milito, 35'/2ºT); Battaglia, Gago (Verón, 29'/2ºT), Jonas Gutierrez e Maxi Rodríguez; Messi e Tevez (Bergessio, 22'/2ºT). Técnico: Diego Maradona.