Romero atribui defesas de pênaltis à sorte

Goleiro pegou as cobranças de Vlaar e Sneijder e garantiu a Argentina na final do Mundial

Após defender duas cobranças da Holanda e ser herói da classificação da Argentina para a final da Copa do Mundo, o goleiro Romero atribuiu a sorte ao seu desempenho na noite desta quarta-feira.

"Foi muita sorte também. Você pode ir bem na bola e não chegar, como aconteceu com o outro goleiro. Mas estava confiante desde o início", disse Romero.

Agora, depois do sofrimento, o jogador pediu para os torcedores comemorarem.

"Essa vitória é para as pessoas comemorarem muito. Estamos em uma final de Copa do Mundo depois de tanto tempo. Comemorem, pois aqui também iremos festejar - afirmou, falando sobre o fato da Argentina chegar à uma decisão de Mundial depois de 24 anos.

Questionado se a Argentina está preparada para encarar a Alemanha na final, o goleiro respondeu. "Sim, desde o primeiro dia, no dia que dissemos que iamos dar tudo pela seleção, estamos prontos para isso. Vamos dar o máximo dentro de campo"

A final está marcada para o próximo domingo, às 17h, no Maracanã. Já no sábado, às 17h, em Brasília, restará à Holanda enfrentar a seleção brasileira, na disputa pelo terceiro lugar.