"Brasil será capaz de superar essa derrota", avisa Dilma

Em entrevista à CNN a presidente disse que não imaginou uma derrota como essa nem em seus "piores pesadelos"
A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, disse em entrevista à CNN que está “decepcionada” com a goleada sofrida pela Seleção Brasileira por 7 a 1 contra a Alemanha, em partida válida pela semifinal da Copa do Mundo.

A entrevista foi gravada na manhã desta quarta-feira no Palácio do Planalto, e veiculada parcialmente pela emissora nesta tarde. O trecho final vai ao ar na quinta-feira, conforme anúncio da emissora.

“Nem nos meus pesadelos chegaram a tanto. Claro que como torcedora eu lamento profundamente a derrota porque sinto a dor de todos os brasileiros. Mas também somos um País muito peculiar, e poderemos enfrentar os desafios e as adversidades”, disse.

Dilma disse que a Seleção Brasileira precisa se recuperar “desta situação extremamente dolorosa” após a goleada. “Creio que eles (jogadores) serão capazes de superar as derrotas. Essa é a marca de uma importante Seleção e de um grande País”.

A presidente ainda ressaltou que a Copa do Mundo foi uma grande oportunidade para o País demonstrar seu valor no cenário mundial.

“O Brasil organizou e celebrou um Mundial que acredito que tinha sido um dos melhores. Isso se deve em grande parte ao povo brasileiro que tem capacidade de demonstrar e oferecer hospitalidade e dar boas vindas aos torcedores de todo o mundo.”