Neymar se salva do 7 a 1, brilha no Barcelona e herda braçadeira de capitão na Seleção Brasileira

Futebol do atacante não foi contestado após a goleada sofrida na Copa do Mundo, mas ele precisa provar que está pronto para ser o capitão do time brasileiro

Os brasileiros receberam a pior notícia possível durante a Copa do Mundo. O craque do time, Neymar, havia fraturado uma vértebra na região lombar e estava fora da semifinal contra a Alemanha e de uma possível final. O que ninguém sabia era que a tragédia seria ainda maior.

O lance da lesão ocorreu em falta cometida pelo colombiano Juan Camilo Zuñiga aos 40 minutos do segundo tempo. Ele acertou o joelho nas costas de camisa 10 do Brasil. Na ocasião, o atacante foi substituído no minuto seguinte por Henrique e levado direto para o hospital. Mais tarde, depois da vitória por 2 a 1, veio a temida confirmação: ele estava vetado dos próximos compromissos da equipe.

Sem a referência técnica da equipe, os comandados de Luiz Felipe Scolari foram humilhados pela Alemanha no Mineirão. Uma mancha na carreira de todos os atletas que participaram da semifinal. Neymar foi o único que se salvou do vexame. O futebol do atual capitão não foi contestado pelos 7 a 1. Pelo contrário, depois do Mundial, ele brilhou com a camisa do Barcelona.

Getty Images

Ao lado de Lionel Messi e Suárez, o craque brasileiro conquistou a Copa do Rei, o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões da Europa, marcando na final contra a Juventus. Além disso, encerou a principal competição de clubes da Europa entre os artilheiros junto com seu companheiro argentino e o português Cristiano Ronaldo. Com 10 gols, ele conseguiu se colocar ao nível dos dois melhores do mundo.

Números de Neymar na Champions League 2014/15:

Para coroar os feitos da temporada 2014/15, Neymar pode estar na lista da Bola de Ouro no fim do ano. A lista só será anunciada só nos próximos meses, mas quem dúvida que o camisa 11 do Barça esteja entre os três finalistas depois dos feitos dos últimos dois semestres?

Números de Neymar no Campeonato Espanhol:

Novo desafio na Seleção

Na Seleção, desbancou Thiago Silva e ficou com a faixa de capitão com o retorno de Dunga. Aos 23 anos, virou o jogador mais novo a assumir o posto na Seleção. Entretanto, sua liderança passou a ser contestada ainda mais depois da expulsão da Copa América.  Não há dúvidas sobre a liderança técnica de Neymar, mas seria o suficiente para ficar com a braçadeira?

No Chile, o atacante teve a chance de ajudar o time a recuperar um pouco da confiança perdida no Mundial. Até começou bem, entretanto, recebeu uma punição de quatro jogos pela expulsão contra os colombianos. Novamente sem Neymar, o time brasileiro passou pela Venezuela, mas foi eliminado pelo Paraguai na semifinal. Mais uma vez ficou comprovada a "Neymardependência".

O próximo desafio será as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. É mais uma oportunidade de Neymar mostrar que tem condições de liderar a reformulação da Seleção Brasileira.