Lucão promete ser o líder do São Paulo no futuro

Zagueiro concedeu entrevista coletiva pela primeira vez na sua carreira

Praticamente dois anos depois de sua estreia como profissional no São Paulo, o zagueiro Lucão concedeu entrevista coletiva pela primeira vez após o treino desta terça-feira, no CT da Barra Funda. Apesar da timidez diante das câmeras e dos repórteres, o defensor admitiu que uma das suas principais qualidades é o seu perfil de liderança.

“Desde a base, sempre me falaram isso. Sei que tenho essa liderança. Não é à toa que o Muricy falava. É claro que não vai ser logo depois que o Rogério (Ceni) se aposentar, mas sempre fui capitão em todas as categorias que passei. Tenho esse estilo de atleta com mais liderança, postura diferente. Estou aberto a isso, sim”, declarou.

“A liderança, em primeiro lugar, é você ser um exemplo dentro e fora de campo, nas suas atitudes, naquilo que você faz. Quero fazer com que a pessoa me olhe e pense que pode ser como eu. E não é só dentro do campo ou do CT que você faz isso, é no convívio como amigo também. Isso chama a atenção e atrai liderança. Posso ser um capitão sem a braçadeira”, completou.

Questionado sobre quem eram os seus exemplos de liderança dentro de campo, Lucão citou dois: o goleiro Rogério Ceni e o atacante Ricardo Oliveira, atualmente no Santos.

“Primeiro tem o Rogério Ceni, um excelente líder que você percebe as qualidades logo de cara. Além de ser líder, ele ganhou tudo, por isso nos espelhamos nele. Além das atitudes em campo, tem o exemplo que é para torcedores e jogadores. Outro exemplo recente que tive foi o Ricardo Oliveira. Conversei um pouco com ele e é um excelente profissional e pessoa”, afirmou.

Por fim, Lucão avaliou o seu desempenho durante a sua primeira entrevista coletiva na carreira.

“Falar calmo só fora de campo, dentro não dá para ser assim. Sou tranquilo, falo menos, na hora que tem que falar. Primeira entrevista coletiva, fiquei tranquilo, calmo, sem estressar e responder o que vocês perguntam. Saio satisfeito da primeira, sempre bom”, finalizou.