Messi, Coutinho e os candidatos a protagonista na Copa América 2019

Comentários()
Não falta candidado a para craque na 46ª edição do torneio continental de seleções mais antigo do mundo!

Vai começar a 46ª edição da Copa América! A edição 2019 será realizada no Brasil entre os dias 14 de junho e 7 de julho, e não faltarão grandes jogadores em busca do título para suas seleções ou para se afirmarem ou reafirmarem no cenário sul-americano e mundial do futebol.

Alguns são rostos conhecidos, outros buscam a oportunidade de mostrar a sua qualidade. Confira, abaixo, os candidatos a protagonistas de suas respectivas seleções no torneio continental de seleções mais antigo do mundo!

  1. Lucas Figueiredo/CBF

    #1 Brasil – Philippe Coutinho

    Com o corte de Neymar, por causa de lesão no tornozelo, a grande referência técnica da seleção treinada por Tite é Philippe Coutinho. E assim como o Brasil, o camisa 11 precisa provar o seu talento depois de fazer uma temporada abaixo das expectativas pelo Barcelona. A esperança é de que, escalado mais próximo da área para armar jogadas, ou caindo pela ponta esquerda, o meia de 27 possa voltar a aliar talento e consistência. Se o fizer, os torcedores locais terão maiores chances de comemorarem um final feliz.

  2. Getty Images

    #2 Argentina – Lionel Messi

    Não é novidade para ninguém. Mas desta vez Messi é ainda mais protagonista da seleção argentina. Motivo? A grande renovação feita pelo técnico Lionel Scaloni depois da Copa do Mundo de 2018. Além de ter feito, individualmente, uma temporada brilhante pelo Barcelona, o camisa 10 chega mais descansado, em temos de minutos (3907) disputados ao longo da temporada europeia, do que nas últimas duas edições de Copa América. A última vez em que chegou tão descansado para um torneio de seleções foi em 2014... quando ajudou a levar a Albiceleste à final do Mundial disputado no Brasil. A esperança para o ‘Pulga’, entretanto, é que a história termine com final feliz.

  3. (C)Getty Images

    #3 Uruguai – Cavani

    Difícil apontar, entre os atacantes Luis Suárez ou Edinson Cavani, qual deles poderá ser mais decisivo pelo Uruguai. Mas como Suárez precisou passar por uma artroscopia no joelho após o final da temporada com o Barcelona, Cavani aparece com maiores possibilidades – uma vez que após um ano também envolto em lesões o atacante do PSG voltou a jogar normalmente.

  4. Getty

    #4 Colômbia – Falcao García

    Em 2014, o grande destaque da seleção colombiana foi James Rodríguez. Desde então o camisa 10 conquistou títulos pelo Real Madrid, mas não virou o grande craque mundial que se imaginava. Nesta última temporada, por exemplo, o Bayern de Munique não quis exercer a cláusula de compra estipulada no contrato de empréstimo com o Real Madrid. Ao mesmo tempo, o atacante Falcao Garcia vem de uma temporada decisiva pelo Monaco.

    Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

    Aos 33 anos, ele salvou a sua equipe do rebaixamento na Ligue 1 francesa assumindo absoluto protagonismo. Fez 15 gols na competição, nenhum jogador teve mais peso nos gols de seu time dentro do Campeonato Francês: 39% dos tentos monegascos foram de ‘El Tigre’, como também é apelidado. A Copa América de 2019 é mais uma oportunidade para buscar alcançar uma glória com o selecionado cafetero, além de demonstrar mais uma vez ao mundo que pode ser decisivo na busca por títulos.

  5. Getty Images

    #5 Chile – Alexis Sánchez

    Talvez nenhum outro jogador simbolize tão bem o momento de sua seleção quanto o atacante do Manchester United, uma das maiores decepções na temporada inglesa. Após vencer as últimas duas edições do certame continental, o Chile não conseguiu vaga no Mundial de 2018 e quer apagar esta última impressão ruim. Herói nas conquistas de Copa América por seu país, Alexis Sánchez entra para a disputa disposto a voltar a mostrar o seu futebol.

  6. Getty Images

    #6 Paraguai – Gustavo Gómez

    O zagueiro do Palmeiras é um dos principais destaques da equipe treinada por Felipão, que em 2018 ficou com o título brasileiro e neste ano faz uma campanha espetacular. Pelo fato de os paraguaios estarem na mesma chave de Argentina e Colômbia, é possível esperar que a defesa tenha muito trabalho. Será a chance do defensor mostrar, a nível mundial, o seu talento.

  7. Getty

    #7 Peru – Paolo Guerrero

    Outra figurinha carimbada dentro do futebol brasileiro, Guerrero vive um dos momentos mais goleadores de sua carreira: foram 9 gols em 13 jogos pelo Internacional. E ao contrário do que aconteceu na Copa do Mundo, onde não chegou nas melhores condições em meio à proibição por ter sido flagrado no exame antidoping meses antes, desta vez o maior goleador da seleção peruana chega cheio de ritmo de jogo!