Contratações bizarras: as transferências mais estranhas do futebol

Comentários()
Getty Images
Com a ida de Boateng para o Barcelona, a Goal resolveu montar um artigo com as transferências mais bizarras de todos os tempos. Confira:

  1. Getty Images

    Bebe

    Bebe tinha acabado de se transferir ao Vitória sport clube, quando o Manchester United contratou a jovem revelação de 20 anos por 9 milhões de euros (R$38 milhões), em agosto de 2010.

    A transferência não deu certo para ambas as partes, já que Bebe deixou o Old Trafford, em 2014, para atuar com o Benfica após ser emprestado pelos Reds Devils por três vezes e atuar com o clube somente em duas partidas da Premier League.

  2. Getty

    Kevin-Prince Boateng

    O Barcelona surpreendeu ao contratar Kevin-Prince Boateng por 8 milhões de euros (R$34 milhões), como substituto imediato para Munir El Haddadi.

    O ex-atacante do Milan atuava com o Sassuolo quando recebeu o inesperado convite de Camp Nou, na última segunda-feira (21).

  3. Getty Images

    Sol Campbell

    O zagueiro não acreditou na sorte quando em 2009, assinou o contrato mais lucrativo da carreira, cerca de 40.000 mil euros por semana (R$171 mil), para se juntar ao Notts County, da League Two. 

    Porém, Campbell percebeu após um jogo que o clube não teria sequer dinheiro para pagar o salário. Com isso, deixou o time alegando não estar em boa forma para atuar no County.

  4. Getty Images

    Claudio Caniggia

    Torcedores e jornalistas escoceses achavam que Ivano Bonetti dizia besteiras ao deixar claro o desejo de contratar Claudio Caniggia para o Dens Park. Mas o treinador conseguiu realizar o sonho, e assinou com uma das estrelas da Copa do Mundo de 1990, por um contrato de curto prazo. 

  5. Getty Images

    Andy Carroll

    A mudança de Andy Carroll para o Liverpool é amplamente considerada como uma das transferências mais bizarras de todos os tempos, principalmente por causa do método de avaliação do presidente do Reds, John W Henry, com os valores oferecidos ao jogador.

    Porém, as contusões arruinaram as esperanças do atacante no clube. As 35 milhões de libras (R$172 milhões) se tornaram um enorme desperdício, já que Carroll marcou apenas seis gols na Premier League durante os três anos em Anfield.

  6. Getty Images

    Bobby Charlton

    Após o primeiro trabalho como dirigente, Bobby Charlton, decidiu retomar com a carreira de jogador. Feito surpreendente, já que tinha 38 anos, na época. Ainda assim, Charlton foi contratado para atuar na Liga da Irlanda com o Waterford United.

    Apesar da idade, o veterano impressionou os fãs com as atuações. Mas o acordo de pagamento entre Waterford e Charlton, rapidamente se mostrou insustentável e o meio-campista retornou à Inglaterra tendo jogado apenas quatro partidas com o clube.

  7. Getty Images

    Ali Dia

    Em novembro de 1996, o treinador do Southampton, Graeme Souness recebeu um telefonema de um homem alegando ser o vencedor do Bola de Ouro, George Weah. O suporto atleta aconselhou o técnico escocês a contratar seu primo, Ali Dia. Incrivelmente, Souness deu ao atacante desconhecido um contrato de um mês.

    Porém, Ali foi liberado 14 dias após assinar o vínculo. Na sequência, foi revelado que Ali Dia não tinha nenhuma ligação com Weah, que durante a ligação teria sido “interpretado” por um dos amigos de Dia.

  8. Getty Images

    Julien Faubert

    A assinatura mais bizarra da história do Real Madrid foi, sem dúvida, a de Julien Faubert. De fato, todo o mundo do futebol ficou chocado quando o clube contratou o lateral-esquerdo emprestado do West Ham, pouco antes do fechamento da janela de transferências de janeiro de 2009.

  9. Getty

    Roberto Mancini

    Roberto Mancini surpreendeu a todos ao se transferir para o Leicester City. Porém, os alojamentos não foram necessários, já que Mancini não seguiu no clube e participou de apenas cinco jogos antes de retornar à Itália para assumir seu primeiro papel como treinador, na Fiorentina.

  10. GettyImages

    Javier Mascherano & Carlos Tevez

    Na temporada de 2006, Carlos Tevez e Javier Mascherano foram dois dos jogadores mais requisitados no futebol mundial. Barcelona, ​​Real Madrid e Juventus estavam ligados na dupla argentina, mas que se juntaram ao West Ham.

    A natureza do acordo foi imediatamente questionada, e com os rumores sugerindo que terceiros estavam envolvidos nas transferências, o West Ham recebeu multa de 5,5 milhões de euros (R$23 milhões) por violar as regras da Premier League com o duplo contrato.

    Tanto Tevez quanto Mascherano deixaram o West Ham naquela temporada, com o atacante argentino se transferindo para o Manchester United e o meio-campista para o Liverpool.

  11. Getty Images

    Ronnie O'Brien

    Ronnie O'Brien chegou à Juventus em uma das transferências gratuitas mais incríveis que o futebol já viu. Apesar de ter sido eleito o "Homem do Século" da Time Magazine por fãs de futebol irlandês, seu período na Juve não deu certo e restou a O'Brien seguir carreira nos Estados Unidos, com a equipe All-Star, entre as temporadas de 2004 e 2007.

  12. Allan Simonsen

    Real Madrid e Tottenham lideraram a disputa por Allan Simonsen, mas foi o Charlton, equipe da segunda divisão inglesa, que contratou o jogador por 324.000 mil euros (1,3 milhões).

    No entanto, o atacante, aparentemente, foi atraído pela ideia de jogar em um ambiente menos pressionado. Mas após desembolsar a alta quantia o clube relatou diversas dificuldades financeiras. Incapaz de pagar os salários, permitiu a saída do dinamarquês para o Vejle BK

  13. David Cannon/Getty

    Socrates

    Sócrates surpreendeu ao revelar que estava deixando a aposentadoria, aos 50 anos, para assinar contrato com o Garforth Town. 

    Porém, o lendário capitão da Seleção Brasileira fez apenas uma aparição com o clube, admitindo que o uso constante de cigarro e o clima frio de Yorkshire, teriam encerrado qualquer esperança de causar impacto na Inglaterra.

  14. PROSHOTS

    Victor Valdes

    Depois de Victor Valdes decidir se afastar de Barcelona, o goleiro encerrou a carreira, em janeiro de 2016, após se transferir para o Standard Liege, da Bélgica.

  15. Getty Images

    Jonathan Woodgate

    Por que o Real Madrid achou que seria uma boa ideia assinar com Jonathan Woodgate? Contratado pelo time espanhol, o jogador se machucou logo no início e os médicos do clube não conseguiram detectar o suposto problema na coxa que manteve o zagueiro de fora dos gramados por um ano.

    Quando finalmente pode atuar com o clube espanhol, Woodgate sofreu a pior estreia da história, em um jogo da La Liga contra o Athletic Bilbao: o jogador marcou um gol contra e foi expulso. Com apenas oito partidas junto ao Real, o atleta retornou à Inglaterra, em 2006.