Notícias Placares ao vivo
Argentina

Confira alguns dos jogadores argentinos que o Brasil aprendeu a gostar

12:41 BRT 16/10/2018
D'Alessandro Internacional Vitória Brasileirão Série A 30092018
Uns fizeram história em equipes brasileiras enquanto outros sequer vestiram a camisa de um clube das terras tupiniquins mas todos são admirados

  • Daniel Nepomuceno Juan Sebastian Verón Atlético-MG 02242016

    Juan Sebastián Verón

    Apesar de nunca ter atuado por algum time do Brasil, Verón é reverenciado por torcedores do Atlético-MG graças ao título da Copa Libertadores que conquistou em 2009 diante do Cruzeiro.

    A situação rendeu uma homenagem da diretoria do Galo ao então camisa 11 do Estudiantes de la Plata, no qual o ex-meia recebeu uma camisa e uma placa comemorativa em alusão ao feito.

  • Pablo Guiñazu Internacional 16102018

    Pablo Guiñazu

    Conhecido pela raça e entrega a cada jogada, o volante Pablo Guiñazu teve passagem marcante no futebol brasileiro no período em que defendeu as cores do Internacional, entre 2007 e 2012. O jogador ainda passou pelo Vasco da Gama, onde ficou entre meados de 2013 até o fim de 2015.

    Pelo Colorado, o camisa 5 conquistou nove títulos, com destaque para a Copa Libertadores de 2010 e a Recopa Sulamericana de 2011. Já com a camisa Cruz-Maltina, o argentino ergueu os Campeonatos Cariocas de 2015 e 2016.

  • Sorín Cruzeiro

    Juan Pablo Sorín

    Talvez um dos jogadores estrangeiros mais reverenciados pelos brasileiros, Juan Pablo Sorín escreveu seu nome na história do Cruzeiro ao longo das três passagens que acumulou pelo clube celeste.

    O lateral-esquerdo ficou marcado pela técnica e ofensividade nos jogos pela Raposa e pela contribuição dada nos cinco troféus que ajudou a erguer na equipe, com destaque para o ano de 2002, no qual colocou no currículo as conquistas da Copa Sul-Minas e o Supercampeonato Mineiro.

  • Tevez - Corinthians 2005

    Carlos Tévez

    Um dos jogadores adquiridos através da parceria entre Corinthians e MSI no início de 2005, o atacante Carlos Tévez não demorou para cair nas graças da torcida. Seus gols ao longo do Campeonato Brasileiro daquele ano fizeram a diferença para que o time levasse a melhor na competição que não conquistava desde 1999.

    A sua passagem foi encurtada por conta da polêmica envolvendo a eliminação na Copa Libertadores do ano seguinte, na qual o Timão caiu diante do River Plate no Pacaembu e o atrito com o então técnico Emerson Leão se tornou cada vez maior, além da relação conturbada que desenvolveu com os corintianos pouco antes de ir para a Alemanha e disputar a Copa do Mundo.

  • Perfumo Cruzeiro

    Roberto Perfumo

    Outro que fez história no Cruzeiro, o zagueiro Roberto Perfumo é considerado um dos melhores defensores argentinos da história. Ele teve passagem pelo time celeste entre 1971 e 1974.

    Com a camisa da Raposa ele foi tricampeão do Campeonato Mineiro entre 1972 e 1974, além de erguer uma Taça Minas Gerais em 1973. Em 2006 ele entrou para a "Seleção dos Sonhos do Cruzeiro", em eleição feita com torcedores famosos da equipe.

  • Narciso Doval Argentina / Flamengo

    Narciso Doval

    Um dos poucos que teve passagens bem sucedidas por dois dos maiores clubes do Rio de Janeiro (Flamengo e Fluminense) em meados dos anos 1970, o atacante Narciso conquistou 20 títulos ao longo das nove temporadas que esteve em solo brasileiro.
  • Andres D'Alessandro Inter 10 anos 30072018

    Andrés D'Alessandro

    Outro argentino vitorioso em terras tupiniquins é o meia Andrés D'Alessandro. Ao longo de quase 10 anos com o Internacional, o camisa 10 conquistou 12 títulos com a camisa do Colorado e é exaltado pela torcida por sua técnica, garra e liderança.
  • Hernan Barcos Cruzeiro Atletico-PR Brasileirao Serie A 22072018

    Hernán Barcos

    Em sua terceira passagem pelo futebol brasileiro, Hernán Barcos possui imagem positiva com as torcidas de Palmeiras e Grêmio, por onde esteve anteriormente. No alviverde, inclusive, colaborou com a conquista da Copa do Brasil de 2012.
  • Montillo Cruzeiro 22122015

    Walter Montillo

    Mesmo com apenas um Campeonato Mineiro, conquistado em 2011, no currículo, Montillo é lembrado pelos cruzeirenses pelo bom futebol apresentado a cada partida, o que, na época em que esteve no Brasil, rendeu algumas convocações para a seleção da Argentina. O meia ainda teve passagem curta pelo Botafogo, onde ficou entre janeiro e junho de 2017 mas, por conta das lesões seguidas, pediu rescisão contratual.
  • Dátolo Atlético-MG Internacional Campeonato Brasileiro 25092016

    Jesús Dátolo

    Nos cinco anos em que esteve no Brasil, Dátolo fez a alegria dos torcedores do Internacional e Atlético-MG, mas ficou devendo na passagem pelo Vitória. Pelos gaúchos foram quatro troféus conquistados, entre eles o bicampeonato estadual em 2012 e 2013. Com o Galo, também ergueu quatro taças, entre elas a Copa do Brasil, Campeonato Mineiro e Recopa Sulamericana. No Leão, ficou por apenas seis meses em 2017 e pediu rescisão de contrato
  • Fluminense - Conca

    Darío Conca

    Outro argentino com passagem importante no futebol brasileiro, mais especialmente no Rio de Janeiro, foi Darío Conca. O meia passou por Vasco, Fluminense e Flamengo e, na galeria de troféus, tem um Campeonato Brasileiro pelo Tricolor das Laranjeiras em 2010 e um Campeonato Carioca pelo Rubro-Negro em 2017.