Estatísticas

Quantas finais Messi disputou na carreira?

14/06/2020
Estatísticas
Lionel Messi
Copa América
Barcelona
Liga dos Campeões da UEFA
Argentina
Copa del Rey
Mundial de Clubes FIFA
Super Copa da UEFA
Super Cup
Copa do Mundo
Camisa 10 do Barcelona e Argentina tem vasta experiência em jogos decisivos como jogador profissional
Mais artigos abaixo

Messi tem mais finais disputadas no futebol do que anos de vida. Aos 34 anos, completados no dia 24 de junho, o atacante Lionel Messi já encarou 34 decisões na carreira. No próximo sábado (10), o atacante vai acrescentar mais um final em sua carreira, isto porque, a Argentina irá disputar a final da Copa América contra o Brasil, no Maracanã.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Este levantamento da Goal inclui decisões disputadas com as camisas do Barcelona e seleção da Argentina. Considerando que Messi estreou pelos profissionais em 2004, e que possui 16 anos de atividade desde então, a média de decisões disputadas chega a pouco mais de duas por temporada. Entre os 42 compromissos de partida única ou ida e volta (como na Supercopa da Espanha), o camisa 10 marcou, ao todo, 30 gols, ganhou 23 títulos e perdeu 11.

Confira abaixo os detalhes de cada uma dessas finais, em ordem cronológica, desde o Mundial Sub-20, contra a Nigéria, até a final da Copa do Rei 2018/2019, diante do Valencia.

Mais artigos abaixo

2/7/2005 | Mundial Sub-20 | Argentina 2 x 1 Nigéria


(Foto: John Thys/AFP/Getty Images)

No dia 2 de julho de 2005, Messi conquistaria o primeiro dos 22 troféus da carreira. Na final do Mundial Sub-20, na Holanda, o então camisa 18 marcou os dois gols da vitória dos argentinos diante da Nigéria, ambos de pênalti, e, assim, ajudou a seleção albiceleste a chegar ao então pentacampeonato da categoria.

Um fato curioso é que o técnico Francisco Ferraro deixou o jogador do Barcelona no banco de reservas no início do torneio por decisão pessoal, mas abortou a ideia durante o torneio e colocou o atacante entre os 11 iniciais. Leo acabou a competição com seis bolas nas redes adversárias, o que rendeu os prêmios de artilheiro e melhor jogador da competição. Naquele grupo, estavam jogadores renomados pelo mundo da bola, como Sergio Agüero, Pablo Zabaleta, Lucas Biglia e Fernando Gago.


17/8/2006 | Supercopa da Espanha | Espanyol 0 x 1 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Em 17 de agosto de 2006, no Estadio Olímpico Lluís Companys, ou Cornellà El Prat, o então camisa 19 do Barcelona entraria em campo no lugar de Ludovic Giuly para jogar a partida de ida da Supercopa da Espanha contra o rival, Espanyol. Leo esteve em campo nos últimos 30 minutos de um confronto que os blaugranas venceram, justamente por conta do gol do atacante francês.


20/8/2006 | Supercopa da Espanha | Barcelona 3 x 0 Espanyol


 
(Foto: Getty Images)

Ao lado de Andrés Iniesta e abaixo de Gianluca Zambrotta, Leo posa para a foto dos campeões com a primeira medalha conquistada com a camisa blaugrana. O canhoto participou mais ativamente da segunda partida da Supercopa. Mesmo sem gols, esteve em campo durante os 90 minutos e incendiou a partida, que teve os tentos de Xavi e Deco por duas vezes. No rival estava Zabaleta, amigo e companheiro de seleção nacional.


25/8/2006 | Supercopa da UEFA | Barcelona 0 x 3 Sevilla


(Foto: Getty Images)

Poucos dias depois do triunfo contra o Espanyol, veio a primeira frustração em finais. Pela Supercopa da UEFA, o Barcelona - que entrava na disputa como ganhador da Champions League -, disputou a taça contra os campeões da então Copa da UEFA, no caso o Sevilla. O embate ocorreu no Estádio Louis II, em Mônaco, e teve como vencedora a equipe andaluz, por 3 a 0, graças aos gols de Renato, Kanouté e Maresca. Messi jogou os 90 minutos mas não se destacou.


15/7/2007 | Copa América | Brasil 3 x 0 Argentina


(Foto: Getty Images)

Outra derrota seguida, desta vez com a Argentina. A Albiceleste chegava para o clássico contra o Brasil depois de ter vencido os seis confrontos anteriores, além de demonstrar bom futebol. No entanto, os brasileiros levaram a melhor, graças aos gols de Julio Baptista, Roberto Ayala contra e Daniel Alves. Talvez tenha servido de consolo o fato de Messi ter sido eleito o Melhor Jogador Jovem da Copa América mas, pelo que a imagem demonstra, parece que não.


23/8/2008 | Jogos Olímpicos | Argentina 1 x 0 Nigéria


(Foto: Getty Images)

Messi conquistou o segundo título com a Argentina, mas ainda não era pela seleção principal. A albiceleste venceu o jogo por 1 a 0 contra a Nigéria e ficou com a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. O único gol da grande final foi marcado por Ángel Di María, aos 12 do segundo tempo, após assistência do camisa 15.

Além disso, a seleção chegou a doze partidas de invencibilidade na competição, defendendo o ouro conquistado na edição de Atenas, em 2004, além de obter a vingança sobre os jogos de Atlanta, em 1996, quando os africanos levaram o título. Naquela equipe estavam Romero, Zabaleta, Garay, Mascherano, Gago, Di María, Agüero e Lavezzi, todos membros do time da Copa do Mundo de 2014.

Show Player

13/5/2009 | Copa do Rei | Athletic 1 x 4 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Messi voltaria a ganhar uma final com o Barça, e seria, neste caso, a Copa do Rei, uma partida que a equipe catalã começou em desvantagem frente ao Athletic Bilbao. Entretanto, os blaugranas conseguiram a virada e Messi fez o segundo gol. Tamanha foi a atuação do argentino, que até mesmos os torcedores bascos aplaudiram o jogador.


27/5/2009 | Champions League | Barcelona 2 x 0 Manchester United


(Foto: Getty Images)

O Barcelona conquistou a terceira Champions League de sua história depois de bater o Manchester United, em Roma. A equipe inglesa, que tinha Cristiano Ronaldo como principal jogador, era considerada uma das melhores da Europa. No entanto, os gols de Eto'o e Messi deram ao time comandado por Pep Guardiola um Triplete histórico. Para muitos, este jogo foi o que marcou o início do argentino como melhor do mundo... e com a raridade de um gol de cabeça!


23/8/2009 | Supercopa da Espanha | Barcelona 3 x 0 Athletic Bilbao


(Foto: Getty Images)

Messi não disputou o jogo de ida da Supercopa da Espanha em 2009. Entretanto, atropelou o clube basco no jogo de volta: fez dois gols no triunfo por 3 a 0.


28/8/2009 | Supercopa da Europa | Barcelona 1 x 0 Shakhtar Donetsk


(Foto: Getty Images)

Um jogo em que até mesmo Messi demonstrou ser um jogador normal, tamanha a dificuldade encontrada contra os ucranianos. Entretanto, ele continuou a ser decisivo: foi de Lionel a assistência para Pedro fazer o único gol daquele encontro.


19/12/2009 | Mundial de Clubes | Estudiantes 1 x 2 Barcelona


(Foto: Getty Images)  

O Barça ficou no topo do mundo após um difícil encontro diante do Estudiantes. A vitória por 2 a 1 veio somente após o gol de peito feito pelo camisa 10: foi o sexto troféu levantado pelo Barcelona naquele ano mágico.


14/8/2010 | Supercopa da Espanha | Sevilla 3 x 1 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Depois do fracasso na Copa do Mundo de 2010, o primeiro jogo da Supercopa naquele ano foi uma derrota dura para o Sevilla. Mas, conforme fica ilustrado na imagem acima, Messi não começou entre os titulares: ingressou no gramado apenas no segundo tempo. A derrota foi dura, mas o camisa 10 já começava a preparar a sua revanche...


21/8/2010 | Supercopa da Espanha | Barcelona 4 x 0 Sevilla


(Foto: Getty Images)

Uma semana após o 3 a 1, o Barça entrou com o que tinha de melhor para buscar a virada. E conseguiu isso com um Messi espetacular, autor de três dos quatro gols marcados.


20/4/2011 | Copa do Rei | Barcelona 0 x 1 Real Madrid


(Foto: Getty Images)

Uma das finais mais doloridas para a carreira de Messi, com derrota para o maior rival. A Copa do Rei de 2011 foi decidida graças a uma cabeçada espetacular de Cristiano Ronaldo, na prorrogação.


28/5/2011 | Champions League | Barcelona 3 x 1 Manchester United


(Foto: Getty Images)

Talvez tenha sido o ponto mais alto que o Barcelona conseguiu alcançar jogando futebol. Messi fez um dos gols na decisão de Wembley, contra o Manchester United, e foi eleito melhor jogador da partida.


14/8/2011 | Supercopa da Espanha | Real Madrid 2 x 2 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Como se fosse fácil, Messi voltou a deixar a sua marca contra o Real Madrid - fazendo o segundo gol barcelonista. O empate deixava a disputa pelo troféu em aberto, mas na volta o camisa 10 decidiria.


18/8/2011 | Supercopa da Espanha | Barcelona 3 x 2 Real Madrid


(Foto: Getty Images)

Um dia em que Cristiano Ronaldo se ajoelhou sem poder fazer nada. Messi fez o segundo e terceiro gol na vitória sobre o Real Madrid. 


26/8/2011 | Supercopa da Europa | Barcelona 2 x 0 Porto


(Foto: Getty Images)

Supercampeões da Europa mais uma vez, e de novo com participação do argentino. Messi abriu o placar contra o Porto ainda no primeiro tempo, e deu a assistência para Fábregas completar a vitória. De quebra, o camisa 10 acabava com um tabu incômodo: jamais havia balançado as redes em Supercopas Europeias.


18/12/2011 | Mundial de Clubes | Santos 0 x 4 Barcelona


(Foto: Getty Images)

O primeiro encontro com Neymar foi um pesadelo para o Santos: Messi abriu o placar e finalizou a goleada por 4 a 0 que deu mais um título mundial para o Barça.


25/5/2012 | Copa do Rei | Athletic Bilbao 0 x 3 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Na última decisão disputada sob o comando de Guardiola, Messi dedicou um gol ao mestre catalão e ajudou o Barcelona em uma tranquila vitória sobre o Athletic Bilbao.


23/8/2012 | Supercopa da Espanha | Barcelona 3 x 2 Real Madrid


(Foto: Getty Images)

Barcelona ganhava de 3 a 2 do Real Madrid na partida de ida da Supercopa da Espanha de 2012, jogo em que Víctor Valdés complicou tudo com um erro colossal e que colocaria os Blancos no jogo. O 3 a 1 parecia um bom resultado, mas o título ficaria em suspenso depois da falha. Leo Messi não se ausentou da responsabilidade, e foi às redes com o 2 a 1 parcial, aos 24 do segundo tempo.


29/8/2012 | Supercopa da Espanha | Real Madrid 2 x 1 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Na volta, disputada no Santiago Bernabéu, Messi voltaria a marcar no Real Madrid. Desta vez de falta, um golaço que criou um clima de suspense na final, mas que não seria suficiente para alcançar o título, já que os Blancos levaram a melhor pelo critério dos gols fora.


21/8/2013 | Supercopa da Espanha | Atlético de Madrid 1 x 1 Barcelona


(Foto: Getty Images)

"Messi sofreu uma lesão e, seguramente, vamos aguardar os exames e confirmar a gravidade da contusão". Palavras do então técnico, Tata Martino, que, na sua estreia pelos blaugranas, não contou com o compatriota por boa parte do jogo, sendo que ele foi substituído ainda no primeiro tempo por Cesc Fàbregas. O gol dos culés, no entanto, foi de outro estreante: Neymar, que empurrou a bola nas redes colchoneras de cabeça.


29/8/2013 | Supercopa da Espanha | Barcelona 0 x 0 Atlético de Madrid


(Foto: Getty Images)

Leo novamente ficou sem colocar uma bola na rede em finais, que, nessa ocasião, acabou em 0 a 0. Não marcou nem cobrando pênalti, já que a redonda parou no travessão. Mais uma vez, Courtois não teve a meta vazada pelo camisa 10, que não estufou as redes contra o belga durante toda a temporada. O gol marcado fora de casa fez com que a Supercopa da Espanha ficasse no Camp Nou.


16/4/2014 | Copa do Rei | Real Madrid 2 x 1 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Messi não teve uma boa atuação no clássico, válido pela Copa do Rei. O gol antológico marcado por Gareth Bale, no segundo tempo da partida, fez com que o título ficasse com o time de Madrid.


13/7/2014 | Copa do Mundo Brasil 2014 | Alemanha 1 x 0 Argentina


(Foto: Getty Images)

O camisa 10 foi peça fundamental durante a campanha da albiceleste durante o Mundial, que prometia entrar para a história, por ser em terras brasileiras. O gol de Götze, porém, fez com que Messi terminasse a temporada de mãos abanando, sendo a final mais dolorosa da carreira.


30/5/2015 | Copa do Rei | Athletic 1 x 3 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Com uma temporada para guardar na memória, Leo anotou o primeiro e o terceiro tentos da vitória dos catalães. Era o segundo título do tricampeonato obtido naquela temporada.


6/6/2015 | Champions League | Juventus 1 x 3 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Sem brilhar muito - não colocou nenhuma bola na rede adversária -, Messi levantou a quarta "Orelhuda", após vencer a Juventus de Carlitos Tévez.


4/7/2015 | Copa América | Chile (4) 0 x 0 (1) Argentina


(Foto: Getty Images)

Era para ser a revanche perfeita após a derrota na final da Copa contra a Alemanha, um ano antes. Tudo se encaminhava para que Messi finalmente erguesse um troféu pela seleção, mas o camisa 10 parecia "escondido", enquanto o Chile suportou a pressão no tempo regulamentar e ganhou nos pênaltis.


11/8/2015 | Supercopa da UEFA | Barcelona 5 x 4 Sevilla


(Foto: Getty Images)

Apenas um mês depois do fracasso no Estádio Olímpico de Santiago, o Barcelona foi a campo pela Supercopa da UEFA, contra o Sevilla. Foi um confronto épico disputado na Geórgia. Leo marcou dois golaços de falta e, após uma quase virada dos adversários, um gol de Pedro nos acréscimos levou o troféu para a Catalunha.


14/8/2015 | Supercopa da Espanha | Athletic Bilbao 4 x 0 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Depois de poucos dias da final em solo georgiano, Messi teve que voltar a campo, desta vez pelos catalães, no jogo de ida da Supercopa da Espanha. Os bascos aplicaram sonoros 4 gols nos rivais e saíram em vantagem na disputa do título.


17/8/2015 | Supercopa da Espanha | Barcelona 1 x 1 Athletic Bilbao


(Foto: Getty Images)

O gol de Leo na partida de volta não ajudou a virar o placar agregado. Assim, foi-se embora a chance de conseguir um "sexteto" de títulos.


20/12/2015 | Mundial de Clubes | River Plate 0 x 3 Barcelona


(Foto: Getty Images)

O jogador não esteve em campo nas semifinais por conta de um mal estar, mas participou ativamente da final e abriu o marcador com um golaço. O camisa 10 foi fundamental para a vitória, mais uma vez em cima de uma equipe argentina.


22/5/2016 | Copa do Rei | Barcelona 2 x 0 Sevilla


(Foto: Getty Images)

Depois de ficar no 0 a 0 durante o tempo normal, Messi deu duas assistências - para Jordi Alba e Neymar - e ajudou os culés a levantarem mais um caneco


26/6/2016 | Copa América Centenário | Argentina (2) 0 x 0 (4) Chile


(Foto: Getty Images)

Outra decepção com a Argentina. Nos Estados Unidos, o atacante tentou mais uma vez conquistar o primeiro título com a seleção, mas parou nos pênaltis. Depois dessa derrota, ele anunciou a "aposentadoria" da equipe nacional, ideia que deixou para trás poucos meses depois.


14/8/2016 | Supercopa da Espanha | Sevilla 0 x 2 Barcelona


(Foto: Getty Images)

Depois de outra frustração com a albiceleste, Messi voltou disposto (e com um cabelo loiro platinado) ao time blaugrana para demonstrar bom futebol contra o Sevilla. Foi dele o passe para o gol de Munir, o segundo da partida de ida, no Ramón Sánchez Pizjuán.


17/8/2016 | Supercopa da Espanha | Barcelona 3 x 0 Sevilla


(Foto: Getty Images)

O faro de gol do camisa 10 fez a diferença, de modo que ele conseguiu marcar o gol que fechou o confronto em 5 a 0 no placar agregado, garantindo mais um título.


27/5/2017 | Copa do Rei | Barcelona 3 x 1 Deportivo Alavés


(Foto: Getty Images)

Diante da equipe comandada por Mauricio Pellegrino, Messi fez uma partida memorável - abriu o placar aos 30 do primeiro tempo - e comemorou o 30º título da carreira.


13/8/2017 | Supercopa da Espanha | Barcelona 1 x 3 Real Madrid


(Foto: Getty Images)

Outro "El Clásico" para definir um título, porém esse serviu para que Ernesto Valverde começasse a passagem pelo clube com o pé esquerdo. O gol de pênalti de Messi serviu para um empate temporário, mas, nos últimos 10 minutos de jogo, os Blancos acordaram para a partida e marcaram duas vezes, levando a vantagem na partida de ida.


16/8/2017 | Supercopa da Espanha | Real Madrid 2 x 0 Barcelona


(Foto: Getty Images)

A partida de volta foi uma mera formalidade para os merengues, que ganharam por 2 a 0 e ergueram a taça da Supercopa, fazendo com que Messi não erguesse o troféu mais uma vez.


21/4/2018 | Copa del Rey | Sevilla 0 x 5 Barcelona


(Foto: Getty Images)

O Barcelona foi tetracampeão (2015, 2016, 2017 e 2018) da Copa do Rei. O clube catalão não tomou conhecimento do Sevilla, enfiou 5 a 0 e levou o título pela 30ª vez em sua história. Suárez (2x), Messi, Iniesta e Coutinho fizeram os gols.


12/8/2018 | Copa del Rey | Barcelona 2 x 1 Sevilla


(Foto: Getty Images)

Com o doblete conquistado com a vitória em La Liga, o Barça voltaria a medir forças contra o seu adversário da final da Copa na temporada passada. Em jogo único realizado em Tânger, no Marrocos, o placar foi mais apertado: 2 a 1, de virada, graças aos gols de Piqué e Dembélé - Sarabia marcou o gol dos andaluzes.

Foi o 35º título de Lio na carreira - 34 deles só pelos catalães!


25/5/2019 | Copa del Rey | Barcelona 1 x 2 Valencia


(Foto: Getty Images)

Messi voltou a disputar a final da Copa do Rei da temporada 2018/2019. No Estádio Benito Villamarín, em Sevilha, Gameiro e Rodrigo marcaram para o Valencia. O craque argentino descontou aos 27 minutos do segundo tempo, após rebote do goleiro, mas não conseguiu evitar o vice.