GOAL 50 - POSIÇÕES 50-41

O Goal 50 faz a relação dos 50 melhores jogadores de futebol de 2016, contando com nomes como Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Zlatan Ibrahimovic. Abaixo, você poderá conferir as estrelas que foram selecionadas entre as posições 50 e 41.

Editores-chefes e correspondentes das 38 edições Goal ao redor do globo deram seus votos. Os atletas foram julgados por seu nível de regularidade no último ano, atuações em partidas decisivas e legado para o futebol, além, é claro, do sucesso a nível de clube e seleção nacional.

#50 LUCAS ALARIO | River Plate & Argentina

Com uma grande participação na conquista da Copa Libertadores 2015 pelo River Plate, o novo garoto prodígio do futebol argentino marcou o gol decisivo da vitória dos Millonarios na Recopa Sul-Americana deste ano. Não surpreende que, agora, o jogador de 23 anos tenha conquistado seu espaço na seleção albiceleste, em detrimento de nomes como Mauro Icardi, e tem sido cortejado por grandes da Premier League como Liverpool e Tottenham.

#49 MARQUINHOS | Paris-Saint Germain & Brasil

Foi um grande ano para o versátil defensor brasileiro, que se consolidou entre os titulares tanto por seu clube quanto pela Seleção. Além de conquistar três taças nacionais pelo PSG, Marquinhos sem dúvida teve seu auge no ano ao conquistar o inédito ouro para o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, marcando nas semifinais e convertendo sua cobrança de pênalti na decisão contra a Alemanha.

#48 IVAN RAKITIC | Barcelona & Croácia

O meia teve uma amargurada despedida da Euro 2016 ao ver sua seleção cair para Portugal (à época, chegou a dizer que "a melhor equipe está voltando pra casa"), mas teve muito mais motivos para comemorar a nível de clubes, já que o Barça conquistou a dobradinha e a Copa do Rei. Ao longo do verão, houve rumores que davam conta da possível saída de Rakitic graças à chegada de André Gomes, mas o croata seguiu se garantindo como um dos principais nomes na equipe de Luis Enrique.

#47 MAURO ICARDI | Inter & Argentina

Estranhamente, o rosarino ainda continua esquecido a nível de seleção, ainda que isso não o impeça de continuar empilhando gols pela irregular Nerazzurri. Não é por menos que o argentino, aos 23 anos, tenha ultrapassado ninguém mais, ninguém menos que Ronaldo Nazário na artilharia histórica da Inter logo após uma grande atuação diante da Juventus, colocando ainda mais pressão para que Edgardo Bauza reconheça, enfim, o potencial de um dos melhores finalizadores do futebol mundial.

#46 DOUGLAS COSTA | Bayern de Munique & Brasil

O atacante não poderia sonhar com uma melhor temporada de estreia na Allianz Arena, com direito à marcação do pênalti decisivo na final da Copa da Alemanha que selou a dobradinha nacional para os Bávaros sobre o rival Borussia Dortmund. A nível nacional, Douglas perdeu a chance de representar a Seleção na Copa América em função de uma lesão, mas sua contribuição à equipe tem sido sólida nas Eliminatórias para a Copa 2018, com dois gols anotados em suas quatro primeiras partidas.

#45 DAVID DE GEA | Manchester United & Espanha

Os Red Devils terminaram apenas na quinta colocação na última Premier League, sina que teria sido muito pior se não fosse pelos esforços de seu camisa 1, eleito para o Time do Ano dos Jogadores pela segunda temporada consecutiva. É verdade que a Espanha não conseguiu reter a coroa da supremacia do futebol europeu, mas De Gea foi o menor dos culpados por isso: de fato, foram suas incríveis defesas que impediram que a derrota da Fúria para a Itália, nas oitavas da última Euro 2016, tivesse sido ainda mais pesada.

#44 RENATO SANCHES | Bayern de Munique & Portugal

O garoto tem levado um pouco mais do que o esperado para se adaptar ao Bayern, seu novo clube, mas nem isso irá evitar que 2016 seja o ano da virada para Renato Sanches. Titular absoluto do Benfica que conquistou a dobradinha em Portugal, o meia ainda faturou o prêmio de Melhor Jovem Jogador da Euro 2016, coroando uma série de grandes atuações para o surpreendente campeão luso.

#43 ANDREA BARZAGLI | Juventus & Itália

Aos 35 anos de idade, Barzagli segue como um dos melhores defensores do planeta. Por isso, ninguém se surpreendeu com o anúncio de que a Juventus renovaria seu contrato por mais dois anos, em maio, ou que o novo técnico da Itália, Giampiero Ventura, tentasse convencer o veterano a rever a decisão de se aposentar após a grande campanha na Euro 2016 em solo francês. Na ocasião, o torneio acabou com uma bela e emocionante entrevista que ilustrou perfeitamente a paixão do zagueiro pelo esporte.

#42 DAVID ALABA | Bayern de Munique & Áustria

As expectativas de Alaba em se firmar como um dos melhores meio-campistas do mundo terminaram em fracasso, com sua Áustria sendo surpreendida com uma eliminação precoce na última Eurocopa. No entanto, o vienense reforçou seu status como o melhor lateral esquerdo da atualidade com os títulos da Liga e Copa da Alemanha conquistadas pelo Bayern, que também lhe rendeu vaga no Time do Ano da última Bundesliga.

#41 CASEMIRO | Real Madrid & Brasil

Ao assumir o comando no Santiago Bernabéu, Zinedine Zidane tratou de fazer o que seu antecessor, pelas razões que fosse, relutava em fazer: colocar Casemiro entre os titulares no Real Madrid. E o brasileiro tratou de fazer jus à confiança do novo chefe ao se firmar como um dos pilares dos Blancos na conquista de La Undécima na Champions League, com destaque para uma atuação crucial na grande decisão contra o Atlético.