Gilette Brasil Global Tour

Comandante trouxe pelo menos quatro novidades para os jogos contra Rússia e Alemanha

Nesta segunda-feira(12), o técnico divulgou a lista com 25 jogadores que vão defender o Brasil nos confrontos Brasil Global Tour diante de Rússia, no dia 23 de março, e Alemanha, no dia 27. As partidas fazem parte da preparação da Seleção para a Copa do Mundo. 

Sem Neymar, o comandante brasileiro surpreendeu trazendo algumas novidades na última lista antes da convocação final para o Mundial, as novidades ficaram por conta do goleiro Neto, do Valencia, do zagueiro Pedro Geromel, do Grêmio, do meia Anderson Talista, do Besiktas e do atacante Willian José, da Real Sociedade, desses quatro nomes, apenas Geromel já havia sido chamado por Tite anteriormente.

Em sua mairoria, a imprensa brasileira aprovou a lista de Tite e os testes que o treinador ainda demonstrou que precisa fazer antes de fechar os nomes que vão ao Mundial. No entanto, para Leandro Quesada, do canal Fox Sports, a ausência de nomes que vinham fazendo parte da lista, não quer dizer que estejam descartados. 

Anderson Talisca Besiktas
(Foto: seskimphoto.com)

"O Talisca para mim foi uma grande surpresa e o Neto, isso não quer dizer que esses caras estejam na Copa do Mundo, isso não quer dizer que por exemplo, o Cássio que não foi convocado esteja totalmente descartado. O Tite deixou muito claro que se o jogador não estiver em alto nível no clube, excessão feita ao Neymar que não deve jogar, os outros precisam manter o nível nos clubes. Não é uma convocação definitiva, ele está dando oportunidade aos jogadores que estão em alto nível nesses times".

Para o repórter Alexandre Lozetti, do Globoesporte.com, esta lista mostra que as últimas tentativas de Tite de fechar uma equipe não foram bem sucedidas e que ele ainda procura nomes importantes para o elenco.

"Essa convocação mostra que as últimas tentativas dele de fechar uma lista não foram bem sucedidas, mostra que ele está tentando alternativas que respondam melhor em caso de necessidade, o time titular ele já tem, mas aparenta estar procurando reservas que ele possa confiar para decidir um jogo, na característica que ele procura, no que ele pensa que vai encontrar na Copa do Mundo. Achei normal, não acho que ele deveria estar com a lista pronta".

Neto - Valencia - 19/11/2017
(Foto: Jose Berton / Getty Images)

Para Quesada, os novatos que foram convocados desta vez precisam de minutos em campo para mostrar a Tite o que podem fazer e ajudaro treinador na escolha. 

"Contra a Rússia da para fazer mais  mudanças do que contra a Alemanha. Se eu fosse o Tite, eu entrava com os quatro jogadores diferentes contra a Rússia, o Geromel, o Neto, o Willian José, Talisca. Contra a Alemanha não, tem que entrar o time titular. Mas não adianta convocar e não aproveitar pelo menos 30 minutos de jogo. O Geromel tem que jogar pelo menos uma partida pela Seleção".

Por outro lado, Lozetti acredita que Tite não vai colocar todos os convocados para jogar e vai aproveitar a oportunidade para fazer testes sim, mas no time titular.

"Acho que ele não vai colocar todos os convocados para jogar, contra a Alemanha será o time que ele colocaria se a estreia da Copa fosse agora. Acho que ele vai olhar o Coutinho em um jogo por dentro e no outro por fora, acho que ele vai observar o Fernandinho no meio, o Willian, que está jogando muito no Chelsea vai ganhar uma chance. Agora, Willian Jos;e, Geromel, Talisca, esses vão ter que mostrar nos treinos ou talvez ali em 10 minutos de jogo. Acho que o Tite vai encarar os amistosos mais para consolidar a equipe do que fazer testes".