Gilette Brasil Global Tour

Apaixonado pela equipe Canarinho, Dennis Woods conseguiu fazer a FIFA dar para o jogador do City o seu sétimo gol no time de Tite

Um inglês fanático pela Seleção Brasileira, e antenado no mundo das estatísticas, ajudou Gabriel Jesus a fazer um gol. É isso mesmo que você leu!

A primeira vez que Gabriel Jesus estufou as redes com a camisa da Seleção principal foi na vitória por 3 a 0 sobre o Equador, na estreia de Tite nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Só que tanto o árbitro quanto FIFA e Conmebol consideraram o lance como gol contra, creditando o último toque a Walter Ayovi, que desviou ligeiramente a bola após a finalização do atacante.

No entanto, o estatístico Dennis Woods, do condado inglês de Essex, viu que o lance era muito mais fruto do mérito de Jesus do que do revés defensivo e entrou em contato com a CBF. Por sua vez, a Confederação Brasileira de Futebol levou o caso à FIFA.

E nesta terça-feira (31), a maior entidade do futebol mundial confirmou a mudança e concedeu o tento a Gabriel Jesus. Graças à intervenção de Woods, de 56 anos, o jogador do Manchester City tomou a liderança na artilharia do selecionado brasileiro sob o comando de Tite, com sete gols em seu nome.

Brasil: Os artilheiros da era Tite

Gabriel Jesus 7 gols
Paulinho 6 gols
Neymar 6 gols
Coutinho 4 gols
Diego Souza 2 gols
Willian 2 gols

“Esta é a primeira vez que eu corrigi os registros da FIFA”, afirmou Woods com exclusividade. “Eu mantenho números completos do Brasil desde o início da década de 1980, e em 2006 fiz uma parceria com outras quatro pessoas para lançar o livro “Todos os Jogos do Brasil”.

O amor de Dennis pela Seleção começou há 40 anos, e segue até hoje: “Eu vi o meu primeiro jogo em 1978 [contra a Inglaterra], e meu interesse apenas cresceu e cresceu até chegar a esse ponto”, explicou. “Até agora eu já fui a 71 jogos do Brasil”.