Gilette Brasil Global Tour

A goleada de 5-0 com show de Neymar inspirou uma comemoração onde o lateral do Bayern comandou a alegria dos jogadores

Dia de jogo. Mais uma vez o tempo não ajudou, mas nada impediria os fãs do futebol de irem ao estádio conferir a partida entre Brasil e África do Sul. No campo, nada de supresas. Neymar comandou o time brasileiro deixando sua marca com três gols na goleada de 5-0. Mas para a GBGT, Rafinha foi o verdadeiro dono da festa. 


Dia de jogo em geral tem um período de calma "antes da tempestade" para a GBGT. O time vai relaxar, comer, fazer a preleção e raramente são vistos antes do embarque para o estádio. Na quarta-feira, os jogadores entraram no ônibus às 17h (horário local) e, como sempre, foram atenciosos com os torcedores, distribuindo autógrafos e tirando fotos no lobby do hotel. 


Encontramos os jogadores na chegada ao estádio. Pobre Victor que, mais uma vez, usou seu "capacete câmera", para diversão do lateral Dani Alves. 
 

Já com os uniformes, os jogadores foram ao campo fazer o aquecimento. Bernard é o nosso favorito
e está sempre fazendo embaixadinhas com a bola. 


Chega a hora do jogo e esse é o último teste do time de Felipão antes da convocação final no dia
7 de maio, no Rio de Janeiro. Para Rafinha e Fernandinho, novatos sob o comando de Felipão, o jogo tinha um gosto ainda mais especial. E não podia ter sido melhor. 


Oscar deu ao Brasil o início de jogo perfeito. Aos 10 minutos do primeiro tempo recebeu um passe
perfeito de Hulk e tocou na saída do goleiro, marcando o gol de número 50 desde que Felipão assumiu
o time em 2012.


A partir daí o show foi de Neymar. Com o novo uniforme azul na segunda etapa, o meia do Barcelona marcou duas vezes e ainda vibrou com o golaço marcado por Fernandinho. 


Pouco depois do fim do jogo, um pequeno torcedor sul africano invadiu o gramado para falar com seus ídolos. Barrado pela segurança, o menino foi "salvo" por Neymar, que o carregou no colo, tirou fotos com /
o menino posando para a câmera do zagueiro David Luiz. Uma noite que certamente o pequeno fã nunca esquecerá.


Os jogadores estavam de alto astral no vôo de volta. Dani Alves e Neymar assumiram o posto de DJs,
enquanto o time relaxava e aproveitava as poucas horas que ainda tinham juntos. Agora a surpresa: muitos de voces podem não achar Rafinha muito criativo, mas quando ele desafiou Marcelo em uma roda de pagode, os dois capricharam nas rimas, no ritmo da batida dos outros jogadores. O lateral do Bayern de Munique não deu chances para Marcelo e divertiu todo o grupo. 

Até Maio!