Gilette Brasil Global Tour
 
Disputada
outubro 14, 2014 7:45 AM BRT
The National Stadium — Singapore
Árbitro:‬ A. A'Qashah‎
Público total:‬ 51577‎
 
 
Neymar Jr. 18′
 
Neymar Jr. 48′
 
Neymar Jr. 77′
 
Neymar Jr. 81′

Japão 0 x 4 Brasil: Em noite mágica de Neymar, Seleção arrasa o Japão

Brasileiro do Barcelona anotou os quatro gols da partida, chegando a 40 em 58 jogos com a camisa amarelinha

Marcella Martha

Getty Images

A palavra do dia é encantado. Encantado estava Neymar e encantados ficaram os torcedores em Cingapura. Para satisfação do técnico Dunga, a Seleção Brasileira teve boa atuação em geral diante do Japão, mas nada brilhou mais em campo do que a estrela do astro brasileiro do Barcelona.

Com quatro gols marcados, Neymar chegou a 40 tentos em 58 jogos pela Seleção, com apenas 22 anos. Apesar do primeiro tempo de certa forma tímido, com apenas um gol, as entradas de Kaká e Coutinho deram novo fôlego ao time e possibilitaram ao capitão canarinho arrasar o Japão.

Com isso, o Brasil chega a quatro vitórias, oito gols marcados e nenhum sofrido nos quatro amistosos realizados desde a Copa do Mundo.

Neymar inaugura o placar em primeiro tempo acanhado

O primeiro tempo não foi de muitos lances de perigo. A Seleção Brasileira começou melhor na partida, tomando a iniciativa das ações e criando jogadas interessantes, especialmente com Neymar. Entretanto, falhas no último passe impediram que as tramas assustassem de fato o goleiro Kawashima.

Isto, até os 16 minutos, quando Neymar cobrou uma falta sofrida por ele mesmo na entrada da grande área e acertou a trave. Foi um prenúncio do que estava por vir.

Apenas um minuto mais tarde, Tardelli fez boa jogada e serviu o capitão, que se aproveitou de uma falha defensiva da zaga japonesa, driblou o goleiro e depois só tocou para o gol vazio: 1 a 0.

Pouco depois, a Seleção teve chance de ampliar o marcador, novamente com Neymar, que chutou cruzado, mas direto pela linha de fundo. A partir daí, o jogo voltou a ficar mais morno. Mais relaxado, o Brasil recuou, e deu chance ao Japão para duas oportunidades.

Aos 23 minutos, Gil saiu errado e a bola acabou sobrando para Kobayashi, que finalizou errou, por cima do gol de Jefferson. Aos 28, Takana cobrou falta na área e a bola bateu no braço de Luiz Gustavo, que estava na barreira. Os japoneses reclamaram muito, pedindo pênalti, mas o juiz apenas mandou seguir.

Aos 35 minutos, nova oportunidade japonesa: Okazaki cabeceou para o gol e a bola passou raspando. No último minuto da primeira etapa, Shiotani ainda teve outra chance, mas pegou mal.

Ao lado de Kaká e Philippe Coutinho, o furacão Neymar arrasa o Japão

O começo do segundo tempo foi de mudanças. Dunga fez três modificações na partida, promovendo as entradas de Mário Fernandes, Éverton Ribeiro e Philippe Coutinho nos lugares de Danilo, Willian e Oscar.

De cara, deu resultado. Logo aos dois minutos de bola rolando, Coutinho viu Neymar entrando nas costas da zaga e enfiou para o capitão, que, com calma, tocou no cantinho, na saída do goleiro: 2 a 0.

Aos 8 minutos, Miranda quase marcou o terceiro, mas o goleiro Kawashima fez boa defesa. O Japão respondeu com Okazaki, que bateu com força e acertou a trave. Cinco minutos depois, Neymar perdeu a primeira chance do hat-trick depois de receber ótimo passe de Everton Ribeiro. O astro do Barcelona chutou colocado, mas mandou para fora. Pouco depois, a dupla Everton-Neymar assustou novamente os japoneses, mas quem finalizou foi Philipe Coutinho. O brasileiro do Liverpool bateu com curva e a bola passou perto.

Aos 30 minutos, Dunga tirou Elias e colocou Kaká em campo. Mais uma decisão iluminada do treinador. A parceria com Neymar brilhou instantaneamente. Aos 31, o meia do São Paulo cabeceou na trave depois de receber cruzmento de Neymar. Coutinho pegou o rebote e chutou, mas o goleiro não segurou. Na volta, Neymar completou para o fundo das redes e anotou o seu terceiro na partida: 3 a 0.

O show do brasileiro do Barça ainda não havia acabado! A dez minutos do fim da partida, Kaká tabelou com Robinho e fez ótima jogada, cruzando para Neymar da linha de fundo. De cabeça, o capitão finalizou o placar: 4 a 0.

Ainda houve tempo, aos 41, para Jefferson fazer mais uma grande defesa, após cabeçada e Okazaki. Foi o fim de uma noite de gala para Neymar.

Japão

1
-
Gotoku Sakai
Defensor
3
4
Kosuke Ota
Defensor
33
173
Gaku Shibasaki
Meio-campista
84′
-
Ryota Morioka
Meio-campista
46′
7
Taishi Taguchi
Meio-campista
9
Shinji Okazaki
Atacante
77′
9
Junya Tanaka
Atacante
70′
11
Yu Kobayashi
Atacante
52′

Brasil

1
Jefferson
Goleiro
-
Danilo
Defensor
46′
3
Filipe Luis
Defensor
-
Gil
Defensor
22
Miranda
Defensor
17
Elias
Meio-campista
76′
30
Luiz Gustavo
Meio-campista
72′
11
Oscar
Meio-campista
46′
-
Diego Tardelli
Atacante
18′ 65′
11
Neymar Jr.
Atacante
18′ 48′ 77′ 81′
22
Willian
Meio-campista
46′

Reservas

23
5
Yuto Nagatomo
Defensor
22
Daigo Nishi
Defensor
-
Daisuke Suzuki
Defensor
84′
4
4
Keisuke Honda
Meio-campista
46′
13
Hajime Hosogai
Meio-campista
70′
11
Mike Havenaar
Atacante
8
Yoichiro Kakitani
Meio-campista
77′
9
Yoshinori Muto
Meio-campista
52′

Reservas

1
1
Rafael
Goleiro
-
Juan Jesus
Defensor
-
-
Dodô
Defensor
-
Everton
Meio-campista
46′
8
Kaká
Meio-campista
76′ 81′
-
7
Robinho
Atacante
65′
-
Rômulo
Meio-campista
6
Souza
Meio-campista
72′

Técnico/Treinador

-
J. Aguirre
Técnico

Técnico/Treinador

-
Dunga
Técnico
 
  • Gol
  • Gol Contra
  • Pênalti
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo
  • Assistência
  • Pênalti defendido
  • Pênalti convertido
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo / Cartão Vermelho
  • Cartão Vermelho
  • Entra
  • Sai
  • Lesão
  • Nota do Goal.com
  • Melhor em Campo para o Goal.com
  • Pior em Campo para o Goal.com
  • Ranking Melhores & Piores
  • Melhor em Campo para os Fãs
  • Pior em Campo para os Fãs