Gilette Brasil Global Tour
 
Disputada
junho 3, 2014 4:00 PM BRT
Estádio do Governo do Estado de Goiás (Serra Dourada) — Goiânia, Goiás
Árbitro:‬ R. Orozco‎
Público total:‬ 20000‎
 
27′ Neymar
 
 
46′ Hulk
 
73′ Willian
 

Brasil 4 x 0 Panamá: Neymar marca um golaço de falta e seleção vence amistoso com tranquilidade

Com boa participação do atacante, Brasil não encontra dificuldades para derrotar o Panamá em primeiro teste antes da Copa

Por Raphael Saavedra

Cobrança perfeita de falta abriu a goleada
Getty Images

No primeiro teste de Felipão antes da Copa, o Brasil foi aprovado por méritos. Jogando no Serra Dourada, local que ficou de fora da escolha das sedes, a seleção contou com o apoio da torcida e venceu facilmente o Panamá, por 4 a 0, deixando uma boa impressão antes da luta pelo hexacampeonato. Quem se destacou, claro, foi Neymar, que se mostrou recuperado da lesão que o tirou dos últimos jogos do Barcelona e abriu o caminho com um belo gol de falta, com Daniel Alves, Hulk e Willian complementando a festa. Se a intenção era simular o jogo contra o México, Scolari tem motivos para sorrir.

O jogo

No primeiro amistoso após a concentração na Granja Comary, na última segunda-feira, o Brasil começou em um time lento, mostrando os problemas que Felipão apontou nos treinos. Sem muita compactação, o time precisou cometer algumas faltas logo no início, como aconteceu na Copa das Confederações, para frear as investidas panamenhas. Em um dos lances, o capitão David Luiz recebeu um cartão amarelo precoce.

O adversário tentou jogar com a bola nos pés, mas os lances mais incisivos vieram em cobranças de laterais para a área, todas afastadas sem problemas pela defesa brasileira. Na saída para o jogo, Ramires foi tímido para começar os ataques e Luiz Gustavo, que na teoria faria a função inversa, apareceu mais na intermediária de ataque.

Comandado por Neymar, Brasil abre vantagem na primeira etapa

Abusando das ligações diretas, a Seleção teve a primeira chance com Neymar, aos 25 minutos. O atacante do Barcelona partiu com velocidade, em sua melhor característica, e poderia deixar Fred na cara do gol, mas preferiu prosseguir sozinho e foi derrubado na entrada da área por Tejada. Um minuto depois, após reclamações sobre o posicionamento da barreira, o próprio camisa 10 bateu com perfeição, por cima da barreira, e acertou o ângulo, abrindo o placar e acalmando a torcida com a vantagem conquistada.

O gol animou o craque brasileiro, que logo na jogada seguinte deu uma bela caneta no adversário, mas não acertou o gol na hora da finalização. Com a posse de bola maior, o Brasil começou a trocar passes mais curtos e naturalmente encontrou o segundo gol. Aos 40 minutos, Daniel Alves recebeu na entrada da área, avançou com liberdade e soltou a bomba de direita. A bola ainda quicou na pequena área antes de morrer no cantinho, levando o Brasil ao intervalo com 2 a 0 no placar.

Hulk deixa o seu em grande jogada de Neymar

Na volta do vestiário, Felipão resolveu fazer três substituições, deixando clara a intenção de dar ritmo aos reservas. Os dois laterais Maxwell e Maicon entraram para as saídas de Marcelo e Daniel Alves e Hernanes, que treinou como titular, substituiu Ramires.

Porém, antes que a equipe sentisse as mudanças, Hulk aumentou a conta. No primeiro minuto, o ataque brasileiro mudou de função e Fred abriu pela direita, deixando Neymar como centroavante. O atacante recebeu de costas para a defesa e, com um passe de calcanhar, tirou completamente a defesa da jogada deixando seu companheiro na cara do gol. Hulk finalizou de trivela e fez o terceiro.

Aos quatro, Neymar cruzou na medida para Fred, mas o jogador do Fluminense não pegou bem na bola e isolou. Com a vitória já construída, Felipão decidiu continuar com as alterações e colocou Jô, Willian e Henrique, complementando as seis que tinha direito no amistoso. Antes, Julio Cesar precisou trabalhar pela primeira vez. Após cruzamento, Quintero cabeceou com perigo e o goleiro brasileiro escorregou, mas conseguiu se recuperar e espalmou para o lado.

Willian entra bem e aumenta a goleada

E a festa continuou em jogada de reservas, começada por Neymar com o relógio marcando 28 minutos. O atacante carregou na entrada da área e tocou para a passagem de Maxwell. Antes que o goleiro chegasse, o lateral do PSG cruzou para trás e Willian, de primeira, balançou novamente as redes.

Com o time do Panamá já sem aspiração nenhuma no jogo, o Brasil tomou o controle total da bola e Henrique, muito criticado, cabeceou uma cobrança de falta no travessão aos 35. Na sequência da jogada, o árbitro marcou um pênalti e expulsou o defensor panamenho, mas o assistente já marcava um impedimento, no lance mais controverso da partida.

No final, apesar da pressão, a Seleção Brasileira não conseguiu marcar novamente, mas finalizou o primeiro amistoso com uma fácil goleada. A torcida de Goiânia, que foi renegada como sede para a Copa do Mundo, fez a festa no Serra Dourada e apoiou o time no início da caminhada pelo hexacampeonato.

Brasil

1
Julio César
Goleiro
22
Daniel Alves
Defensor
40′ 46′
4
Dante
Defensor
23
David Luiz
Defensor
11′ 70′
12
Marcelo
Defensor
46′
22
Luiz Gustavo
Meio-campista
11
Oscar
Meio-campista
40′ 63′
7
Ramires
Meio-campista
46′
-
Fred
Atacante
61′
29
Hulk
Atacante
46′
11
Neymar
Atacante
27′ 44′ 46′

Panamá

-
-
Adolfo Machado
Defensor
56′
-
F. Baloy
Defensor
8
Nahil Carroll
Defensor
67′
-
Román Torres
Defensor
59′
15
Armando Cooper
Meio-campista
44′ 56′
-
A. Henríquez
Meio-campista
-
Quintero
Meio-campista
-
G. Gómez
Meio-campista
68′
-
L. Tejada
Atacante
25′ 46′
22
N. Muñoz
Atacante

Reservas

1
Jefferson
Goleiro
1
Victor
Goleiro
-
Henrique
Defensor
70′
13
Maicon
Defensor
46′
17
Maxwell
Defensor
46′ 73′
-
Bernard
Meio-campista
-
Hernanes
Meio-campista
46′
22
Willian
Meio-campista
63′ 73′
7

Atacante
61′

Reservas

-
J. Calderón
Goleiro
58′
-
C. Rodríguez
Defensor
67′
32
H. Cummings
Defensor
59′
-
Leonel Parrish
Defensor
-
R. Chen
Defensor
-
J. Jiménez
Defensor
56′
-
N. Barahona
Meio-campista
30
Gabriel Torres
Atacante
56′
-
R. Nurse
Atacante
46′

Técnico/Treinador

-
Dunga
Técnico

Técnico/Treinador

 
  • Gol
  • Gol Contra
  • Pênalti
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo
  • Assistência
  • Pênalti defendido
  • Pênalti convertido
  • Pênalti desperdiçado
  • Cartão Amarelo / Cartão Vermelho
  • Cartão Vermelho
  • Entra
  • Sai
  • Lesão
  • Nota do Goal.com
  • Melhor em Campo para o Goal.com
  • Pior em Campo para o Goal.com
  • Ranking Melhores & Piores
  • Melhor em Campo para os Fãs
  • Pior em Campo para os Fãs