Ponte Preta 1 x 0 Flamengo: Macaca vence e sai da zona de rebaixamento
Time de Campinas venceu com gol de Jean Patrick; Diego Alves pega pênalti de Lucca

Em um jogo bastante truncado, a Ponte Preta venceu o Flamengo por 1 a 0, no Moisés Lucarelli, na noite desta segunda-feira, válido pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e deixou a zona de rebaixamento. Jean Patrick anotou para a Macaca, que teve pênalti de Lucca defendido por Diego Alves.

Com o resultado, a Ponte Preta sobe para o 15ª posição, com 31 pontos. Já o Flamengo estaciona em sétimo lugar, com 39 pontos marcados. Na próxima rodada, a Macaca recebe o Santos, e o Mengão tem clássico contra o Fluminense.

O jogo

A primeira etapa foi marcada pelo equilíbrio entre Ponte Preta e Flamengo. As duas equipes trabalharam forte defensivamente, o que fez com que houvessem poucas chances criadas no ataque, tanto pela falta de espaço, quanto pela ausência de criatividade dos armadores das duas equipes.

A melhor oportunidade da Macaca foi aos 8 minutos, quando Sheik cruzou na medida e Lucca desviou para fora. O Mengão respondeu em lance parecido, por ser de bola aérea. Renê fez o cruzamento e Arão, sozinho dentro da grande área, desviou para fora. Uma chance real para cada lado e muitas faltas: 12 da Ponte e 9 do Mengão,  que acabaram deixando o primeiro tempo morno.

O segundo tempo foi mais aberto e as equipes, com poucos minutos, quase abriram o placar. Logo aos 2 minutos, Lucca bateu falta e mandou no ângulo, mas Diego Alves foi lá para salvar o Mengão. Depois, o Rubro-Negro devolveu em chute para fora de Paquetá. Mas quem marcou foi a Ponte. Aos 8, Jean Patrick chutou no canto, de fora da área. Depois disso, o time campineiro teve chance de ampliar aos 20, quando Réver derrubou Lucca dentro da área. O próprio atacante bateu e Diego Alves, bastante adiantado, pegou.

Então, o Flamengo tentou apertar, mas não deu um chute certo ao gol. Na marca dos 36, Naldo foi expulso. Os rubro-negros procuraram acelerar o jogo, só que não conseguiram furar o bloqueio rival.

Comentários ()