Palmeiras 0 x 2 Chapecoense: Chape vence, sobe na tabela e manda o São Paulo para zona de rebaixamento
Verdão do Oeste bate a equipe paulista fora de casa com gols de Fabrício Bruno e Túlio de Melo

Ainda tentando curar a ressaca pós-eliminação na Libertadores, o Palmeiras recebeu a Chapecoense no Allianz Parque, neste domingo (20), com o objetivo de encostar nos líderes do Brasileirão. No entanto, quem se deu bem foi a Chape, que superou o cansaço da excursão no exterior e venceu, fora de casa, por 2 a 0. 

Dono da maior porcentagem da posse de bola e volume de jogo, o time de Cuca apenas rondou a área da equipe catarinense sem levar muito perigo ao goleiro Jandrei.

Jandrei, que por sinal, agradecia as dezenas de bolas alçadas na área que paravam em suas mãos. Essa era (segue sendo) a principal estratégia de ataque palmeirense. Ciente disso, a Chape montou uma marcação alta e tentava buscar alguma brecha do Alviverde Paulista para deixar sua marca. E aconteceu aos 38 minutos.

Numa cobrança de falta da intermediária, a zaga do Palmeiras errou o posicionamento e Fabrício Bruno tocou no canto de Fernando Prass para abrir o placar. Irritação de Cuca e da massa alviverde que, mesmo com frio e chuva, foi à cancha apoiar e cobrar muito seu time no intervalo da partida.

Confira os números do jogo:

O cenário dos 45 minutos finais foi idêntico aos primeiros. Com a diferença de quem a Chapecoense abdicou de jogar e ficou atrás da linha da bola na maior parte do tempo. Por sua vez, o Palmeiras escancarava suas deficiências. Era como uma fórmula matemática fácil de resolver: Palmeiras alçava a bola na área = zaga e goleiro da Chape ganhavam todas.

A derrota em casa já se sacramentava quando, aos 49 do segundo tempo, outro erro defensivo do Palestra proporcinou a Túlio de Melo fazer o segundo gol da Chape e fechar a conta no Allianz Parque. O Verdão do Oeste saiu da zona de rebaixamento e mandou o São Paulo para o Z4. Já o Palmeiras segue na mesma posição, mas irá dormir com os gritos da torcida:" time sem vergonha".

Comentários ()