Botafogo arranca empate no fim contra o Avaí; Galo leva virada da Chapecoense em Minas
Mineiros perdem boa chance de encostar na turma de cima da tabela, e cariocas reagem após derrota no clássico da última rodada

Com objetivos distintos para a reta final do Brasileirão, Chapecoense e Atlético-MG, e Botafogo e Avaí se enfrentaram tentando dar sequência a seus projetos dentro da competição. Apesar de sair na frente, os mineiros acabaram derrotados pela Chape em casa, enquanto o alvinegro carioca precisou arrancar o empate na Ressacada no último minuto, e somar mais um ponto para se manter no G7 do Brasileiro.

Caiu no Horto

Tudo parecia bem para o Atlético, que largou na frente logo aos 9 minutos de jogo, com Valdivia após jogada de Robinho, e sugeria que um bom resultado poderia vir aos mineiros. No entanto, a Chapecoense reagiu ainda na primeira etapa e virou o escore com Wellington Paulista, aos 30, e Canteros, aos 42.

Romulo Otero Wellington Paulista Atletico-MG Chapecoense Brasileirao Serie A 18102017(Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação)

Logo no início da segunda etapa, o Galo se viu em apuros quando Elias recebeu o segundo cartão amarelo e foi pra rua, mas, com as mudanças de Oswaldo de Oliveira, o Atlético voltou para o jogo e empatou novamente, com Fred após cobrança de escanteio.

Mas a desvantagem numérica cobrou caro dos donos da casa, que viram Luiz Antônio receber livre na área, a 10 minutos do fim, para decretar a vitória catarinense no Horto.

Bota empata no 'milagre'

Avai Botafogo Brasileirao Serie A 18102017(Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC/Divulgação)

Precisando vencer tanto quanto seu adversário Avaí, que luta contra o Z-4 no Brasileirão, os cariocas protagonizaram em companhia dos oponentes um primeiro tempo pouco inspirado, ainda que bastante disputado. Até por isso, os gols só saíram a partir da metade da segunda etapa.

Mais artigos abaixo

Em cobrança de escanteio para a área dos alvinegros, Pimpão subiu com o braço aberto e desviou a bola. Pênalti que Marquinhos se apresentou para cobrar e converteu, colocando os catarinenses em vantagem.

Depois de contar com Gatito Fernández para seguir vivo na partida, o Botafogo partiu para o tudo ou nada nos minutos finais, e conseguiu assim seu ponto: Bruno Silva subiu para cabecear após cobrança de escanteio e a bola ficou pingando na área até Marcos Vinícius chegar chutando com força para selar o empate.

Comentários ()