Rueda vê Flamengo "passivo na marcação" e pede time intenso para a volta no Maracanã

CompartilharFechar Comentários
Técnico se mostrou tranquilo após revés por 2 a 1 e aposta no "fator" do estádio brasileiro

O técnico do Flamengo, Reinaldo Rueda, se mostrou tranquilo em entrevista coletiva após a derrota da equipe por 2 a 1 para o Independiente, no primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, na noite desta quarta-feira (6). O comandante viu o Rubro-Negro passivo na marcação, mas passou confiança para o jogo de volta no Maracanã.

"O Independiente é muito coletivo e com muito desequilíbrio. Penso que fomos muito passivos na marcação, evitando faltas perto da área. Mas isso talvez permitiu a opção de desequilíbrio. Queríamos fazer o segundo gol e acabamos propiciando o contra-ataque", analisou Rueda.

O comandante Rubro-Negro pediu uma equipe intensa para a grande decisão, mas também alerta. "Temos que igualar a intensidade deles, com ordem. Creio que não vai mudar do que fizemos hoje. Temos que melhorar a contundência e a eficácia nos últimos 20 metros", disse.

Lucas Paqueta Fabricio Bustos Independiente Flamengo Copa Sudamericana 06122017
(Foto: Getty Images)

"Temos que sair em busca do jogo em função do placar adverso. Com agressividade ofensiva, mas tem que ter precauções, porque eles têm bom contra-ataque. Vai ser um jogo muito parecido com o de hoje", completou.

O colombiano espera que o "fator" Maracanã faça diferença. "Seguramente que o Maracanã tem algo especial para o desenvolvimento e a profundidade do Flamengo. Temos que ter ordem, inteligência e agressividade ofensiva para remontar o marcador", afirmou.

Diego Independiente Flamengo Copa Sudamericana 06122017
(Foto: Getty Images)

Por fim, o técnico comentou a ausência de Paolo Guerrero nas finais. "Vocês sabem que temos duas ausências grandíssimas: Diego Alves e Guerrero, um goleador. Tivemos essas baixas sensíveis, e naturalmente se sente, ainda mais por sua experiência. Paolo tem sua cota de gol, incomoda os rivais a capacidade de segurar a bola, dar respiro aos volantes. Creio que é determinante a falta dele".

Com a derrota, o Flamengo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para ficar com o título. Caso ganhe por um gol de diferença, a decisão irá para a prorrogação e, se necessário, penalidades. O Independiente, por outro lado, joga por um empate. 

O jogo de volta será na próxima quarta-feira (13), às 21h45 (de Brasília), no Maracanã.

Próximo artigo:
Copa do Brasil 2018: quando é disputada, qual o formato e resultados da competição
Próximo artigo:
Por que Cristiano Ronaldo foi à Juventus? Veja a cronologia de sua separação do Real Madrid
Próximo artigo:
Champions League 2018/19: Quando começa, qual o novo formato, classificados e sorteio
Próximo artigo:
Jesus, Neymar, Paulinho e Coutinho brigam por artilharia da "era Tite"
Próximo artigo:
Copa do Mundo 2018: os artilheiros e garçons dessa edição
Fechar