Real Madrid: BBC não é mais inegociável

CompartilharFechar Comentários
Gareth Bale ficou no banco mesmo estando totalmente à disposição de Zidane, que preferiu jogar no 4-4-2, com Isco


Análise

O Real Madrid venceu o Paris Saint-Germain em um jogo que ficará marcado por muito tempo na memória dos torcedores das duas equipes e de todos os fãs do futebol. Não só pelo resultado final de 3 a 1 para o time espanhol, mas por tudo que envolveu o duelo. Com o cube francês em alta e a equipe merengue saindo de um momento ruim na hora certa. E também com um novo passo na já vitoriosa carreira de Zidane como treinador. Ganhar oito títulos em apenas dois anos pareceu não ser o suficiente para parte das pessoas. Antes do jogo desta quarta (14), ele falou que o confronto seria “um bom desafio”. E foi.

No el Clásico, não deu muito certo quando atuou de forma parecida: no 4-4-2, tentando ganhar o meio-campo com Kovacic em campo. Desta vez, diante do PSG, Zidane repetiu o esquema, mas com Isco entre os 11, sabendo que o time francês jogaria com o seu tridente no ataque, procurando ter posse na faixa central do gramado. E no final, deu resultado. Não só na primeira parte do duelo, mas também na segunda com Lucas Vázquez e Marco Asensio. A única coisa que se repetiu em relação ao jogo contra o Barcelona foi o fato de Gareth Bale ter sido preterido.

2017-03-20 Bale Zidane
(Foto: Getty Images)

Claro, é preciso lembrar que o galês voltou de lesão e havia atuado em apenas três partidas entre a Copa do Rei e o Mundial de Clubes em dezembro, mas agora ele estava totalmente à disposição do treinador.

Uma decisão importante na trajetória de Zidane, do Real Madrid e, principalmente, do trio BBC. Isso porque, no geral, sempre que os três estiveram à disposição foram escalados pelo francês e por outros treinadores anteriormente. O próprio atual comandante chegou a dizer quando chegou ao time principal que o “BBC era inegociável”. No entanto, depois de ter dispensado o tridente em um jogo tão importante como o de ontem, parece que a opinião mudou e não apenas para ele.

O que pode ser uma boa notícia para a equipe merengue, sem dúvida, é que desde que chegou ao cargo de técnico, Zidane havia se encarregado de construir um elenco com diversidade de sistemas e alternância de jogadores. Vista sua decisão diante do PSG, a mensagem e que ele continua disposto a usar todas suas opções independentemente da situação, inclusive quando o trio BBC estiver à disposição.

Próximo artigo:
Novo atacante do Real Madrid, Vinicius Junior faz exames e posa para foto com Dani Carvajal
Próximo artigo:
Saiba como assistir à apresentação de Cristiano Ronaldo na Juventus
Próximo artigo:
Neymar, Argentina de Sampaoli e as maiores decepções da Copa do Mundo da Rússia
Próximo artigo:
Com 60 mil torcedores, Croácia desembarca e é recepcionada por grande festa
Próximo artigo:
"Europeu", Coutinho abre espaço para Willian no Barcelona
Fechar