Quem irá substituir Carlo Ancelotti? Veja os melhores candidatos ao cargo de treinador do Bayern de Munique

CompartilharFechar Comentários
Thomas Tuchel e Julian Nagelsmann parecem ser os principais concorrentes a assumir o comando do time, mas Jurgen Klopp também pode ser alvo

Carlo Ancelotti foi demitido pelo Bayern de Munique. O italiano conquistou o título da Bundesliga em sua primeira temporada no time bávaro, mas não conseguiu guiar o Bayern além das quartas-de-final da Champions League, além de um mau começo nesta temporada que acabou lhe custando o emprego.

O Bayern está há três pontos do Dortmund na Bundesliga após seis jogos e perdeu por 3 a 0 para Paris Saint-Germain na quarta-feira pela Champions. A partida do italiano deixa o Bayern em uma situação estranha, com opções limitadas disponíveis para eles em termos de sucessor neste momento da temporada.

A Goal examina três nomes possíveis que os bávaros podem avançar após a partida de Ancelotti.


1. THOMAS TUCHEL


Thomas TuchelCrédito: Getty

Willy Sagnol, ex-jogador do Bayern e um dos assistentes de Ancelotti, foi nomeado treinador interino, enquanto os executivos do clube consideram suas opções.

Se o Bayern não estiver confiante na capacidade de Sagnol de guiar o clube durante o resto da temporada - permitindo que eles ganhem tempo, buscando em uma ampla rede e garantindo seu candidato perfeito no próximo verão - há uma contratação óbvia que eles poderiam fazer.

Isso traria Thomas Tuchel ao cargo. O treinador de 44 anos continua sendo um agente livre depois de deixar o Borussia Dortmund no final da temporada passada. Tuchel tem um currículo impressionante e é conhecido como um pensador tático astuto, mas ele nunca foi capaz de fazer o que Jurgen Klopp fez no Signal Iduna Park. A Copa da Alemanha que ele conquistou em maio foi o único troféu que Dortmund ganhou durante seu período como treinador.

thomas tuchel borussia dortmund bundesliga 081515
Crédito: Getty

Klopp, no entanto, não estava competindo contra o Bayern de Pep Guardiola quando ele levou títulos consecutivos da Bundesliga.

Se o Bayern vai nomear Tuchel, eles precisam realmente acreditar que ele é o homem para o trabalho no curto e longo prazo. Não há nenhuma maneira de um treinador de "projeto" como é o ex-técnico da Mainz ser feliz simplesmente preenchendo a vaga somente até o final da temporada. Tuchel entraria para levar o clube em frente nos próximos três anos, para não parar o sangramento, enquanto o Bayern refletiria sobre suas opções.


2. JULIAN NAGELSMANN


Julian Nagelsmann Hoffenheim

Tem crescido a especulação de que o técnico do Hoffenheim Julian Nagelsmann seria o treinador que o Bayern quer em seguida. Nagelsmann não fez nenhum segredo de seu desejo de um dia assumir o cargo e liderar o maior clube da Alemanha.

"O Bayern de Munique desempenha um papel importante nos meus sonhos", disse ele recentemente ao Eurosport. "Eu morei em Munique por muitos anos. Venho de Landsberg am Lech, não tão longe de Munique. Minha esposa e meu filho também se mudarão para Munique em breve. Estamos construindo uma casa lá. É nossa cidade natal. Estou muito feliz na vida. No entanto, o Bayern de Munique me deixaria ainda mais feliz. Mas isso não significa que a fortuna da minha vida depende totalmente do Bayern de Munique".

Dado que ele tem apenas 30 anos e está sua segunda temporada como treinador principal do Hoffenheim, teria sido melhor para Nagelsmann se Ancelotti tivesse ficado os dois anos restantes em seu contrato e assim ele poderia ter mais experiência para assumir o cargo.

Julian Nagelsmann
Crédito: Getty

Por enquanto, nomear o jovem que levou a Hoffenheim aos playoffs da Champions League pela primeira vez seria um risco, apesar do seu indubitável talento. Será que ele poderia vencer veteranos rígidos como Arjen Robben e Franck Ribery, ambos mais velhos do que ele, com apenas uma temporada de experiência no banco de reservas?

A eliminação do Hoffenheim para o Liverpool na Champions e a derrota no seu primeiro jogo da Europa League contra o Braga é uma lembrança que o treinador ainda está aprendendo no cargo. A outra questão é se o Nagelsmann abandonaria Hoffenheim no meio da temporada. Eles estão invictos após seis jogos na Bundesliga e um ponto à frente do Bayern.

Se o Bayern realmente for convencido do talento de Nagelsmann, pode-se imaginar que eles encontrarão uma maneira de fazê-lo funcionar - agora ou no próximo verão, com Sagnol mantendo as coisas à tona até então.


3. POSSÍVEIS SURPRESAS


Jurgen Klopp Liverpool

Talvez o Bayern olhe para além dos dois candidatos óbvios e faça outra coisa surpreendente.

Ralph Hasenhuttl tem menos ‘mídia’ do que Nagelsmann e Tuchel, mas fez um excelente trabalho desde as divisões inferiores alemãs para um segundo lugar surpreendente com o RB Leipzig na temporada passada. O Leipzig terminou longe do Bayern no final, mas estava mais perto deles do que Dortmund e Hoffenheim durante todo o ano - uma conquista extraordinária para um clube recém-promovido para a primeira divisão, mesmo com o apoio financeiro levado em consideração.

Nico Kovac Eintracht Frankfurt Relegation 05192016Crédito: Getty

Se o Bayern estiver procurando por alguém com mais experiência do que Sagnol que possa concordar em levar o trabalho até o final da temporada inicialmente, eles poderiam olhar para outro ex-jogador do clube, Niko Kovac. O croata comandou o Eintracht Frankfurt que evitou o descenso em 2015-16. Na temporada passada, no entanto, seu time sofreu muito e eles acabaram no 11º. O croata certamente aceitaria uma chance de assumir a responsabilidade de comandar o Bayern, tendo em conta os recursos limitados disponíveis em Frankfurt.

Depois, há Jurgen Klopp. O comandante nunca pareceu interessado em comandar e contratar estrelas em um clube onde a expectativa acima de tudo - mesmo que a hierarquia de Bayern possa admirar seu estilo de futebol - é simplesmente ganhar troféus por qualquer meio necessário. É difícil vê-lo saindo de Liverpool - mesmo em sua conjuntura ligeiramente difícil em seu tempo no Anfield - mas isso não impediria o Bayern de tentar.


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Barça e Real se beneficiam com gols contra de adversários na temporada
Próximo artigo:
Coutinho: luxo ou necessidade para o Barcelona?
Próximo artigo:
Cruzeiro renova com Fábio até o fim de 2019
Próximo artigo:
Corinthians queixa-se de árbitro em revés para o Bota, e Fagner explica briga com Bruno Silva
Próximo artigo:
Bruno Silva aborda assédio do Cruzeiro, "briga" com Fagner e postura do Botafogo
Fechar