Paulinho revela ter sido vítima de racismo

CompartilharFechar Comentários
Meia disse que casos ocorreram quando atuou no futebol da Lituânia

O meia Paulinho não teve um caminho fácil ao longo de sua carreira no futebol. O brasileiro, que tem passagens por vários clubes, em muitos países, explicou em entrevista ao El Periódico de Catalanya, que sofreu um episódio de racismo.

Em 2006, aos 16 anos, Paulinho estava tentando se destacar no futebol da Lituânia, pelo Vilnius, mas após casos de racismo, foi para o futebol polonês. "No total, entre Lituânia e Polônia, fiquei três anos e meio fora de casa. Cheguei ao Vilnius. Vivia com um jogador brasileiro, mas não deixa de estar só. Deixei para trás minha família, amigos, tudo o que tinha em São Paulo... Foram sete ou oito meses difíceis. Logo, minha namorada veio e acabei me mudando para a Polônia após vários episódios de racismo", explicou o meia.

2017-09-17 Paulinho Barcelona
(Foto: Getty Images)

"Tudo ia bem, até que vieram três episódios de racismo. O que me diziam? O habitural nestes casos, todos sabem. Aquilo me marcou para sempre. Não só aconteceu comigo, mas também a companheiros meus companheiros. Sofri muito com o raismo. Quando me mudei para a Polônia me fiz uma promessa: 'Se passar algo similar aqui, volto imediatamente para o Brasil'. É inaceitável que hoje em dia essas coisas aconteçam. Só peço respeito para as pessoas. Nada mais. Respeito para todos, como eu respeito os demais", completou Paulinho.


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Campeonato Brasileiro 2018: artilheiros e garçons da temporada
Próximo artigo:
Neymar não está 100%, mas garante: “estou pronto para jogar”
Próximo artigo:
Veja as equipes classificadas para Champions League 2018-19
Próximo artigo:
Carvajal ainda acredita em suas chances de disputar a Copa do Mundo
Próximo artigo:
Salah fala pela primeira vez após lesão, e indica participação na Copa: "sou um lutador"
Fechar