"Disse para o Neymar que a melhor escolha era ficar no Barcelona", revela o pai do jogador

CompartilharFechar Comentários
Em entrevista ao Telefoot, o também agente do atacante disse que "hesitou até o último momento" sobre ida ao PSG

Neymar foi aconselhado e recusar a proposta do PSG e a permanecer no Barcelona, segundo o pai do jogador. 

O atacante de 25 anos se tornou o jogador mais caro da história do futebol ao ser contratado pelo clube parisiense por 222 milhões de euros (valor de sua multa rescisória com o Barcelona).

Neymar tem tido um impressionante início no futebol francês, tendo marcado seis gols e distribuído cinco assistência em jogos pela Ligue 1, com mais dois tentos e assistências na Champions League.

O brasileiro continua sendo destaques nas manchetes, mas seu agente e pai admitiu que aconselhou o filho a evitar o interesse do PSG, quando surgiu.

"Eu fui o único que hesitou até o último momento", disse ele ao Telefoot. "Eu disse a ele que a melhor escolha era ficar, mas ele queria correr o risco".

"Foi difícil, mas Neymar quis o desafio e nós apoiamos ele". 

"Nós ficamos todos orgulhosos quando ele foi apresentado no PSG. Ver Neymar projetado na Torre Eiffel foi incrível. Ele ama tudo aqui".

Neymar PSG x Bordeaux Ligue 1 30 09 17
(Foto: CHRISTOPHE SIMON/AFP/Getty Images)

Como a estrela principal do PSG, o objetivo é trazer o clube a primeira conquista da Champions League. Além disso, Neymar deve desafiar Lionel Messi e Cristiano Ronaldo pela Bola de Ouro.

No entanto, o pai do jogador diz que a principal meta é conquistar troféus com a equipe, ao contrário de títulos individuais. 

"Ajudar o Paris a vencer a Champions League o movitou. Se Neymar quisesse vencer a Bola de Ouro, ele vai, mas não acho que ele realmente quer. Se ele quisesse, teria permanecido no Barcelona". 

"Nós assinamos um contrato de cinco anos, então temos cinco anos para vencer a Champions League com o PSG".

Edinson Cavani Neymar PSG Bordeaux Ligue 1 30092017
(Foto: Getty Images)
Neymar, Kylian Mbappe, PSG
(Foto: Getty Images)

Ele também fez um grande elogio ao novo companheiro de Neymar, Kylian Mbappé, que também teve um bom começo na capital francesa.

"Agora, a linha de ataque do PSG inspirará as próximas gerações. Para nós, é um presente que Mbappé esteja aqui porque ele joga como um jogador de 30 anos".

"Não é problema se ele é um adversário para a Bola de Outro. Em alguns anos, ele estará naquela categoria de jogadores".


VEJA TAMBÉM:


Próximo artigo:
Quem deve ser o novo técnico da seleção da Argentina?
Próximo artigo:
Catar 2022: As promessas para se ficar de olho no novo ciclo da Seleção
Próximo artigo:
Vinícius Júnior no Real Madrid: valor da transferência, salário, apresentação e outras informações
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo chega à Juventus
Próximo artigo:
Copa do Brasil 2018: quando é disputada, qual o formato e resultados da competição
Fechar