Na 'corrida armada' da Champions League, Pep é o diferencial em favor do City sobre o PSG

CompartilharFechar Comentários
Independentemente da performance na Champions League, é difícil negar que o projeto dos ingleses não seja mais 'saudável' a longo prazo

Se o Paris Saint-Germain tivesse encarado o Basel nas oitavas de final da Champions League, há uma chance razoável de que o clube francês estivesse neste momento na próxima fase do  torneio e a discussão sobre seus problemas completamente fora da agenda.

O Manchester City, por sua vez, não estaria sendo elogiado por avançar para a próxima rodada, já que teria grande chance de estar sendo alvo de críticas por fracassar diante do Real Madrid, doze vezes campeão europeu, e que pode ainda ganhar sua terceira Liga em sequência.

Mas apesar de seus oponentes reais, é justo dizer que, dos dois novos superclubes que buscam o triunfo europeu, o City vai levando a vantagem até aqui.

Gabriel Jesus Manchester City
(Foto: Getty Images)

A grande diferença entre os dois? Um conta com Pep Guardiola e o outro não.

Pode-se dizer que o City tem um elenco mais forte no geral, com jogadores mais testados e os responsáveis pelo recrutamento em Manchester merecem crédito pela maneira como têm usado a fortuna do clube.

De qualquer maneira, não há como ignorar a influência de Guardiola nesses acertos. Voltemos o relógio para agosto de 2017, quando muitas dúvidas eram levantadas a respeito do Sky Blue nesta temporada, incluindo as chegadas de novatos como Ederson e Kyle Walker, e os mais 'antigos' do elenco, como Nicolás Otamendi e Raheem Sterling.

Todos os quatro foram a chave para a boa temporada do City até agora, mas não estão sozinhos: Leroy Sané continua evoluindo, Kevin De Bruyne se tornou um dos melhores jogadores do mundo, e 'veteranos' como Fernandinho, David Silva e Sergio Aguero estão jogando agora o melhor futebol de suas carreiras.

Pep Guardiola Manchester City Champions League
(Foto: Getty Images)

Não há nenhuma conhecidência nisso. Se Guardiola estivesse no cargo do PSG, provavelmente teríamos opiniões muito melhores a respeito das estrelas que hoje vestem a camisa do clube parisiense.

Apesar do protagonismo de ambos os clubes nas recentes janelas de transferências, o planejamento e a habilidade dos gestores de PSG e Manchester City, provam que o talento, dentro e fora de campo ainda são peças fundamentais para quem sonha em alçar voos mais altos no futebol mundial

 

Próximo artigo:
Mina diz que deseja ficar no Barcelona: "Quero ter sucesso"
Próximo artigo:
Arthur é comparado, mas Xavi avisa: "Não gosto disso"
Próximo artigo:
Botafogo confiante e Flamengo pressionado: clássico coloca dupla frente a frente nesta sábado
Próximo artigo:
Barcelona oferece mais de R$ 272 millhões por Willian
Próximo artigo:
Mais novo ídolo da França, Mbappé é homenageado em cidade natal
Fechar

Utilizamos cookies para proporcionar-lhe uma melhor experiência online. Se continuar navegando em nosso site, consideramos que está de acordo com a nossa política de privacidade.

Exibir mais Aceitar