Klopp: "Coutinho querer o Barça não tem problema. Teria se quisesse o Everton"

CompartilharFechar Comentários
Treinador do Liverpool crê que o desejo do brasileiro em se mudar para o Camp Nou é contornável e garante que volta ao Anfield será tranquila

Jürgen Klopp acredita que teria sido difícil para Philippe Coutinho voltar ao Anfield se ele quisesse outro clube em vez do Barcelona... como o Everton.

O brasileiro estava desesperado para deixar o Liverpool e atuar pelo gigante de La Liga, pedindo inclusive o transfer request. Mas a transferência foi constantemente rejeitada pelos Reds.


VEJA TAMBÉM:


O atleta de 25 anos já retornou a Anfield depois de defender a Seleção Brasileira em dois jogos, mas ainda se ausentou da partida contra o Manchester City, neste sábado (9), pela Premier League.

E Jürgen Klopp crê que não terá problemas em reintegrar Coutinho ao elenco do Liverpool, sobretudo porque ele não tencionada uma mudança para o arquirrival de Liverpool.

Jurgen Klopp, Manchester City v Liverpool, Sept. 17
(Foto: Getty Images)

"Se eu penso que alguém poderia ter uma reclamação? A maioria deles é amigo de anos. 100% de certeza que, se um clube como o Barcelona está interessado, ninguém diz: 'Você está louco? Vai fazer o que lá?'", comentou o treinador.

"Todos têm que entender um pouco e pensar que é o Barcelona. Não é que ele quisesse ir para o Everton. Isso teria sido bem diferente se eu dissesse. É um clube maravilhosa, mas uma situação distinta. O restante do elenco o conhece. Ele não ficou aqui por quatro semanas. Não é nada. Eles são bons amigos e entendem a situação. Provavelmente, desejavam que fosse diferente, mas agora isso não é nada", acrescentou o alemão.

Próximo artigo:
Mané doa 300 camisas do Liverpool para sua cidade natal no Senegal
Próximo artigo:
CR7 ou Messi? Quem marcou mais gols na Champions League até agora?
Próximo artigo:
Todos os títulos de Cristiano Ronaldo com a camisa do Real Madrid
Próximo artigo:
Profissionalismo e dedicação de Filipe Luís são exemplos para qualquer esportista
Próximo artigo:
Após dor da derrota na Europa League, Henderson confia em título do Liverpool na Champions: “Podemos vencê-los”
Fechar