José Giménez: “Saber sofrer é parte da história do Atlético”

CompartilharFechar Comentários
Zagueiro uruguaio lembra que o objetivo inicial era a Champions League, mas que lutará muito pelo título da Europa League

José Giménez chega à sua primeira final no Atlético de Madrid. O jovem, de 23 anos, deve formar a zaga titular ao lado de seu compatriota Diego Godín,  jogo da taça da Europa League, contra o Olympique Marseille, em Lyon. O duelo será nesta quarta (16), às 15h45 (de Brasília).

O Atlético estava na Champions League, mas com a eliminação precoce dos colchoneros na fase de grupos, o clube foi jogar a Europa League. A combinação parece ter sido interessante para o time que se classificou para a finalíssima, batendo o Arsenal na semifinal.

Jose Maria Gimenez Atletico Madrid

Em entrevista exclusiva ao jornal Marca, José Giménez relembra momentos no Atlético e fala sobre a importância de ir se adaptando às situações que aparecem.

“Sempre comparei o Atlético de Madrid à minha seleção, porque sempre sofremos até o último minuto”, comenta Giménez, que deve ser titular na Copa do Mundo pelo selecionado do Uruguai.

Antes da semifinal contra o Arsenal, Diego Simeone afirmou que aquela era uma partida para se jogar com o coração. Sobre a finalíssima contra o time francês, Giménez afirmou que era difícil discordar do treinador, mas apresentou um contraponto.

“Eu acho que em parte deve-se jogar com o coração, mas mais do que com o coração, devemos jogar com a cabeça. Devemos ter pensamento positivo, estar muito concentrados e buscando sempre os detalhes que vão nos fazer trilhar um bom caminho”, refletiu o jovem uruguaio.

Jose Maria Gimenez Diego Godin Elche Atletico Madrid Liga BBVA 12062014(Fotos: Getty Images)

Sobre fazer dupla de zaga com Diego Godín no Atlético e na seleção, Giménez celebra a coincidência e afirma que o companheiro o “ajuda um montão”.

“Jogar ao lado de Diego é um aprendizado imenso pelos anos que tem, pela sua experiência e porque é uma referência no grupo no clube e na seleção”, pontuou o camisa 24.

Próximo artigo:
Após confusão de torcedores, Seleção treina na Granja Comary
Próximo artigo:
Quando os russos ficaram obcecados por copiar os craques da Seleção Brasileira
Próximo artigo:
Carlo Ancelotti pode pedir a contratação de Benzema ao Napoli
Próximo artigo:
Os slogans de cada seleção para a Copa do Mundo
Próximo artigo:
Arsène Wenger recusou o Real Madrid por lealdade ao Arsenal
Fechar