Guardiola ganha novo prêmio e quebra recorde histórico na Inglaterra

CompartilharFechar Comentários
Treinador ganha o prêmio de melhor técnico do mês da Premier League pela quarta vez seguida

Pep Guardiola não para de fazer história no Manchester City nesta temporada. Vivo nas quatro competições que disputa e sonhando em fazer de 2017/18 uma época perfeita, o treinador vê sua equipe praticar o melhor futebol do mundo na atualidade e brilhar.

Além de estar vivo e muito bem na FA Cup e na Copa da Liga Inglesa, os Sky Blues estão nas oitavas de final e dando um show também na Champions League. No entanto, o desempenho mais impressionante na temporada na qual o clube tem apenas uma derrota, sendo esta com um time misto para o Shakhtar Donetsk na UCL, após já estar classificado para o mata-mata, é na Premier League.

Após 22 rodadas, o City lidera o torneio de forma invicta, com nada mais nada menos que 15 pontos de vantagem para o segundo colocado e rival Manchester United. Além disso, possui o melhor ataque e a melhor defesa disparados, tem Agüero e Sterling brigando pela artilharia, De Bruyne e Sané como líderes de assistências e David Silva no segundo posto da estatística na competição.

Pep Guardiola Manchester City(Foto: Getty Images)

O time está voando e jogando um belo futebol, que encanta os amantes do futebol, torcedores e jornalistas. Não à toa, como não poderia ser diferente, Pep Guardiola tem sido exaltado por sua maravilhosa criação, e nesta sexta-feira (12), ganhou o prêmio de melhor técnico da Premier League no mês de dezembro.

Foi o quarto prêmio seguido do treinador espanhol na categoria, o que é um recorde histórico da competição em todos os tempos.

Próximo artigo:
Cisse vê duelo com Japão como desafio e diz: "Nada que me preocupe"
Próximo artigo:
Zobnin sobre o Uruguai: "Eles são muito mais fortes do que o Egito"
Próximo artigo:
Farfán leva pancada na cabeça durante treino, fica desacordado e é levado para hospital em Moscou
Próximo artigo:
Nishino reconhece qualidades de Senegal, mas avisa: "Não temos medo nenhum"
Próximo artigo:
Lembranças da Euro 2016, e o lado bom de Portugal depender de Cristiano Ronaldo
Fechar