Flamengo vai buscar reforços pontuais para a Libertadores mas prefere janela do meio do ano

CompartilharFechar Comentários
Diretoria deixou clara a postura de fazer maiores investimentos no decorrer da temporada mas tem prioridades para janeiro

Na entrevista coletiva que marcou a apresentação de Paulo César Carpegiani como novo treinador do Flamengo, o diretor de futebol, Rodrigo Caetano, foi bem claro ao falar de contratações. Ele afirmou que o Rubro-Negro trará alguns atletas mas fez questão de ressaltar que a melhor janela de transferências é a do meio do ano.

Isso explica o porque do Flamengo se mostrar mais incisivo sempre no meio da temporada. Uma das grandes críticas feitas pela torcida é o fato do clube trazer os melhores reforços no meio do ano, ou seja, no meio das competições importantes, dificultando a integração e até o desempenho desses atletas que chegam, pois precisam de um período de adaptação.

Geuvanio Flamengo apresentacao 23062017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

O fato de armar times no meio da temporada também atrapalha, pois os atletas perdem a pré-temporada e praticamente seis meses de competições, entrosamento e integração ao clube. Mas mesmo assim, Rodrigo Caetano garantiu que o Flamengo faria contratações pontuais para este primeiro semestre, ainda que possa não ser da forma que o torcedor deseja.

Um atacante é a prioridade da equipe, que conta apenas com os jovens Felipe Vizeu e Lincoln, que tem apenas alguns minutos como profissional. Com a situação de Paolo Guerrero, a ideia é ter um atacante mais experiente, que possa chamar a responsabilidade quando necessário.

No meio-campo, o Flamengo também pensa em trazer reforços, a ideia é surprir a saída de Márcio Araújo com mais um volante e a zaga também é um setor em que o clube busca um nome, já que Rafael Vaz deve deixar o clube. No mais, a diretoria está satisfeita com o elenco que tem em mãos.

Walace Hamburger SV
(Walace, é o principal alvo do Flamengo para o meio-campo. Foto: Getty Images)

Vai ser com praticamente este time que o Flamengo vai encarar o desafio de passar de fase na Copa Libertadores da América, a diretoria, por sua vez, acredita muito nos atletas que trouxe no meio do ano, como Everton Ribeiro, Rhodolfo, Diego Alves e Geuvânio. A ideia é que esses jogadores rendam mais depois de praticamente seis meses de readaptação e, claro, com direito toda uma pré-temporada com o elenco. 

Rhodolfo Everton Ribeiro Flamengo 12062017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Com uma das folhas salariais mais altas do futebol brasileiro, o Flamengo precisa de alguns ajustes mas tem time para passar de fase na Libertadores, na verdade é praticamente obrigação do clube avançar, assim como do River, que além de boa campanha na última competição vem se reforçando muito bem. 

Próximo artigo:
Modric sobre derrota na final da Copa: "Nem sempre o melhor ganha"
Próximo artigo:
"Cristiano Ronaldo teria nos levado a falência", diz presidente do Napoli
Próximo artigo:
Pogba brilha defensivamente, vira líder do vestiário e exagera nas brincadeiras após Copa do Mundo
Próximo artigo:
Na Copa do Mundo 2018, cartão vermelho foi 'artigo raro'
Próximo artigo:
Campeã, França do técnico Deschamps tem muito do jogador que foi Didier
Fechar