Fisco espanhol devolve mais de 2 milhões de euros a Cristiano Ronaldo

CompartilharFechar Comentários
Atacante português teve multa reduzida de 18, 8 para 16,7 milhões ao ser constada cobrança indevida ao craque

A agência de Tributaria devolveu a Cristiano Ronaldo pouco mais de dois milhões de euros depois de concluir que o português tinha liquidado 2,1 milhões com o IVa, da Espanha, em dezembro de 2014, pela cedência de imagem do empresário Peter Lim, sem que fosse obrigado a ter feito. 

Cristiano Ronaldo já havia desembolsado 13,4 milhões de euros e se desponia a pagar a quantidade restante durante as próximas semanas. Segundo a Audiência Tributária, CR7 cedeu a exploração de seus direitos de imagem na Espanha em dezembro de 2014 as sociedades Arnel Services S.A e Adifore Finance LTD, em orgem nas Ilhas Virgens Britâncias e propriedade de Peter Lim, com objetivo de potencializar a sua imagem na Ásia. Depois de examir a operação, a Fazenda considerou que "não está sujeito ao IVA por tratar de prestação de serviços localizadas fora do território de aplicação do imposto. 

Tendo em conta que Cristiano Ronaldo realizou uma declaração complementária em janeiro de 2017, correspondente ao exercício de 2014 e abandonou o IVA desta transação, a Fazenda devolveu de forma imediata  2.094.200,72 euros. 

Próximo artigo:
Atacante argelino marca sete gols em um mesmo jogo no Qatar
Próximo artigo:
Barcelona x Boca Juniors: Horário, local, onde assistir e prováveis escalações
Próximo artigo:
Herói da Rússia na Copa do Mundo, Denis Cheryshev é emprestado ao Valencia pela segunda vez
Próximo artigo:
Petr Cech fica irritado com tweet do Bayer Leverkusen e responde: "outros clubes não têm mesmos valores que nós"
Próximo artigo:
Cristiano Ronaldo é indicado a Gol da Temporada da UEFA por bicicleta contra Juventus
Fechar